Loading...

Dicas e o que fazer em 1 dia em Macau (China)

Macau tem 2 focos turísticos principais: seu centro histórico com arquitetura europeia (resquício da colonização por Portugal, leia mais neste post) e os cassinos, onde a jogatina é liberada. Parece chavão, mas vale mencionar que Macau é conhecida como a “Las Vegas chinesa”, sendo que os 35 cassinos da cidade arrecadaram juntos em 2011 mais do que todos os cassinos dos EUA no mesmo ano, então o negócio não é brincadeira não!

Santa Casa de Misericórdia, no Largo do Senado


Macau é formada por 2 áreas, sendo a parte norte grudada no continente (península de Macau) e a sul chamada ilha de Taipa, interligada a Macau por pontes onde passam carros e ônibus (a pé é longe para cruzar). A maioria dos visitantes que vai até lá é chinês também, ou são asiáticos dos países próximos. Eu que não tinha olhinhos puxados parecia um peixe fora d’agua! O turista costuma gastar 1 ou 2 dias por lá, e acredito que isso é o suficiente para ver as atrações principais. No post anterior relatei as vantagens de dormir na cidade, se ainda não leu dá uma olhada aqui.


O que ver em 1 dia completo em Macau:
(primeiro vou indicar os lugares que visitamos, e no final alguns “extras” que são bem interessantes também!)

1- Cassino Lisboa: antes de se jogar no centro histórico, não deixe de conhecer o cassino mais antigo e famoso da cidade, com uma emblemática arquitetura em formato de flor de lótus. De longe ele parece meio estranho e sem graça, mas de perto, ao observar o mosaico de vidros, fica deslumbrante. Vale a pena entrar e ver todo o requinte de seu interior, cheio de estátuas e lustres altamente refinados. Para acessar área de jogos é preciso pegar o elevador ou várias escadas rolantes. Fomos até lá e achei super estranho, nunca tinha pisado num cassino, e me senti desconfortável, por não entender nada do ambiente e ficar ali meio parada só observando (coisa que eles não gostam muito). Tentamos achar aquelas máquinas só de girar a alavanca, mas mesmo elas eram difíceis demais de entender com funcionava! (quase tudo escrito em chinês) Ficamos um pouquinho, tiramos uma foto do interior assim que chegamos (é proibido e vieram nos alertar!) e depois fomos embora, já que para a gente não tinha nada o que fazer lá.


OBS: não é permitido tirar foto lá dentro, mas conseguimos está daqui!
________________________________________________________________________

DICA PARA OS PRÓXIMOS ITENS DO "ROTEIRO":

No Centro de Turismo da cidade (que fica no Largo do Senado) disponibilizam gratuitamente até áudio-guias, que você pode emprestar e ir levando por todo o percurso do CENTRO HISTÓRICO DA CIDADE, devolvendo ao final. E um dos idiomas do áudio-guia é o português é claro! (raridade quando se está no exterior). Dá para ir em tudo a pé, tem atrações que são praticamente uma ao lado da outra. "Largo" lá significa praça.

________________________________________________________________________

2-  Largo e Igreja da Sé (Catedral)
Área bem ampla e arejada. Poucos turistas. A Igreja dentro tem ornamentação simples, assim como as outras indicadas neste post.


3- Largo do Senado (Senado Square)
Lembra o famosos calçadão de Copacabana, com o piso em pedra portuguesa formando desenhos ondulados. É no prédio amarelo à direita que fica o centro turístico e distribuem os áudio-guias.

4- Praça e Igreja de Sto. Agostinho
Outra área bem agradável e com pouca gente. Logo ao lado fica o Teatro Dom Pedro e atrás um Mosteiro. Das Igrejas que visitamos esta era a mais bonita por dentro. Engraçado notar os avisos e folhetos da igreja escritos em português.

Abaixo: habitantes locais lêem e conversam na praça. Caixinha de areia para o cocô dos cachorros.

5- Teatro Dom Pedro V
Bonito por fora, e dentro tem visual simples. Não que seja feio, mas não são locais tão ornamentados e ricos quanto as arquiteturas européias/portuguesas originais.

6- Largo + Igreja de São Domingos
Destaque para o teto em madeira do interior da Igreja.


7- Ruas e Comércio da cidade
Muitas bugigangas e comidinhas diferentes, passando pelo biltong, que é uma espécie de carne seca saborizada (eles dão amostras para provar,é gostoso!) até o famoso e tradicional "pastel de belém", herança direta lusitana. Tem também uma variedade enorme de chás, bolachinhas e chocolatinhos diferentes, lembrando que na Ásia em geral os doces não são tão açucarados como no Brasil. Os desavisados podem estranhar, mas é questão de acostumar e refinar o paladar.
Biltong e vitrine com pastéis de belém

Abaixo: o vai e vém de habitantes locais (e turistas, a maioria orientais!) nas lojinhas nas imediações das Ruínas de São Pedro.



8- Ruínas de São Paulo

Aqui sim parece que é uma cidade turística, concentrando a maior parte deles, empunhados com suas câmeras em mãos. A ruína é bonita e vistosa, e tem um museu com relíquias religiosas atrás, simples mas bem bonitinho e organizado. Pelo que me record a entrada é gratuita.




9- Fortaleza do Monte (Mount Fortress)

Fica numa parte mais alta da cidade, mas a subida não é muita, dá para ir tranquilo. Antigamente tinha função de defesa, por isso os canhões acima dos muros. Lá em cima tem o Museu de Macau, beeeeeeem simplesinho mesmo, contando um pouco da história da cidade.

 Abaixo: vista de área residencial da cidade, lá do alto da Fortaleza. Tudo muito simples, espremido e velho. Não é uma cidade bonita.









Outros lugares super bacanas p/ incluir no roteiro:

10- Estátua de Kun Lam
A deusa da misericórdia. Templo e estátua, nas margens do rio que separa a Ilha de Taipa (cassinos) da Ilha de Macau (atrações deste post).
Foto: http://hisjoy.org/bbs/board.php?bo_table=hisjoy_gal_general&wr_id=17
11- Torre de Macau
Além da vista panorâmica da cidade, dá para pular de bungee jump da torre, sendo um dos mais altos da China.

12- Templo de A-Ma
Templo de adoração taoísta, bem ao estilo Chinês. Espero ver muitas lamparinas penduradas, incensos e ornamentação típica.
Foto: http://pt.wikipedia.org/wiki/Templo_de_A-M%C3%A1_

VÁ DE NOITE!:
Se for dormir na cidade, vá de noite conhecer  os cassinos da "ilha sul" (= Ilha de Taipa), cheio de luzes e glamour, bem ao padrão Las vegas! Inclusive lá tem um cassino chamado Venetian também, maior do que o de Vegas, e considerado o maior do MUNDO até então!
Os cassinos funcionam de dia também, mas devem ficar ainda mais bonitos e chamativos quando estão iluminados à noite.

13- Cassino Venetian (ou vários outros da região)
O maior cassino do mundo (!!!), fica na ilha de Taipa, assim como vários outros. 
Alguns dados:
82 mil pessoas/dia desde inauguração em 2007
35 cassinos de Macau faturam mais que todos dos EUA juntos (em 2011)
28 mil m2 (4 campos de futebol) só de área de jogos
Para quem quer saber mais indico a leitura deste artigo

Foto: http://en.wikipedia.org/wiki/The_Venetian_Macao

14- Show “The House of Dancing Water”
Fica no edifício "City of Dreams", na ilha de Taipa, e é uma megaprodução chinesa ao estilo cirque du soleil, chamada "The House of Dancing Water". Tickets a partir de 580HK$, que equivale a uns R$170. Site oficial: http://thehouseofdancingwater.com/en/. Dá para comprar os tickets antecipadamente neste link.
Foto divulgação do site oficial

DICAS E MAIS DICAS:

- O aeroporto da cidade fica na ilha de Taipa, perto do píer. Aposte nos táxis para se locomover, já que por lá não são caros (funcionam com taxímetro).

- Escolha um hotel em Taipa se pretende ir nos cassinos à noite, fica mais fácil pela proximidade e aí você não se preocupa tanto com os horários para voltar! Indiquei o hotel que ficamos no post anterior sobre a cidade. OBS: o Cassino Lisboa fica na ilha norte, a Ilha de Macau.


Vista de um dos cassinos a partir do quarto do hotel

- Transporte: quer ir ou voltar até Hong Kong? Vá de ferry! Fica no porto da ilha de taipa, facinho de chegar. Compre seu ticket lá mesmo ou antecipadamente e embarque. Super organizadinho e limpo dentro do ferry, tem até lanchonete para comprar snacks, local para malas e poltronas estofadas altas e confortáveis. O trajeto dura cerca de 1h.

- Se for usar ônibus urbano, não esqueça de levar moedas, pois não dão troco e não terá outra forma de pagar! (o pagamento é efetuado direto numa “maquininha” ao lado do motorista, é só jogar as moedas ali- ou então inserir a menor nota de $ local (1 HKD), mas neste caso não dá troco). Macau tem moeda própria, mas aceitam em qualquer lugar o dólar de Hong Kong (HKD). Só observe se não estão te dando o troco na moeda deles, e se for o caso peça para trocar.

NOSSA HISTÓRIA: Ao embarcar no ônibus, a gente só tinha notas “altas”, portanto não conseguimos pagar. O motorista ficou resmungando e mostrando a caixinha, a gente mostrava o $ e tentava colocar ali, mas não deu.... Acabamos permanecendo no Ônibus e fazendo o trajeto sem pagar mesmo. Achei um “ocidental” no ônibus um tempo depois, e perguntei para ele, que nos explicou melhor o processo e disse que não tinha problema ficarmos ali, pois o pessoal entendia que éramos turistas e que deveria ser a primeira vez ali. OK, dica anotada e repassada!

E aí, o que acharam das atrações da cidade? Alguém já foi até lá? Deixe sua opinião ou dúvida nos comentários abaixo!

Siga o Flashes no Facebook, ou pelo Twitter e no Instagram!


Macau 1682724177255294025

Postar um comentário

  1. A riqueza cultural e a beleza de Macau são simplesmente incríveis. Com certeza vamos recomendar esse post a todos os nossos clientes! Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Estive em Macau no mês de Novembro de 2014 e fiquei impressionada com a beleza da cidade, tudo muito limpo,organizado e os cassinos maravilhosos. Tenho uma amiga que trabalha com a companhia de Franco Dragone e tive a oportunidade de assistir aos espetáculos The House of Dancing Water e Taboo e garanto a todos que vale a pena ir a Macau só para vê-los. Quanto à hospedagem fiquei no hotel 5footwayinn Ponte 16 próximo ao centro histórico, ele é muito bem localizado em frente ao Sofitel só que com preços muito mais em conta e os serviços foram muito bons, super recomendo.

    ResponderExcluir
  3. Danilo15/12/15

    Parabéns pelo post, vou anotar as dicas viajo semana que vem

    ResponderExcluir
  4. Olá meu amigão. Foi bom como falastes da minha Terra, embora eu me encontre em Portugal, Fico sempre feliz por alguém ter ido a Macau e ter Gostado. Mas Macau é muito mais, foi pena não ter ida ao Buda em Coloane, nem ter visitado o Pagode no mesmo local.Quanto a Macau, não é uma Ilha, mas sim um península, pois está ligado à china continental por terra. Temos ainda a linda Florestação em Coloane com as suas Praias de Areia preta.
    Quanto a Restauração temos alguns Bons restaurantes com comida Portuguesa. A Tasca do Luís, O Restaurante António, Restaurante Santos, e outros.
    Mas Parabéns visitastes uma bela cidade, apesar de ulgumas casas vistas da fortaleza realmente estão um pouca degradadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas dicas e contribuição ao blog, José Carlos!
      PS: No segundo parágrafo do texto menciona que Macau é uma península ;-)

      Excluir
  5. Obrigada pelas dicas. Gostei muito dos detalhes e sugestões. Tenho certeza que serão úteis para viagem que faremos na próxima semana.

    ResponderExcluir
  6. Porra. É longe e custa caro nas eu vou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :-D
      Tomara que d~e certo. Boa viagem!

      Excluir
  7. Hahaha amei. Eu estarei indo no final do ano. Muito obrigada.

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Página inicial item

Pesquisar no blog

Loja Viagema

Reserve seu Hotel

Celular no Exterior

PARA QUEM AMA VIAJAR

RECEBA NOSSOS POSTS

Curta no Facebook

Leia Também