Loading...

Como é morar em Praga

Texto escrito e enviado por Roberta Clarissa Leite, uma brasileira que está morando em Praga, capital da República Tcheca, contando um pouco de como é viver na cidade e como foi o processo. Inspiração e informação para quem pretende ir morar lá ou em outros locais da Europa.


Com a palavra, Roberta, contando um pouco da sua história: 

"Roberto! Nossa, me chamaram assim. Calma. Afinal, sou mulher, meu nome é Roberta! Tive que me acustumar. Depois veio a explicação. A língua tcheca tem 7 declinações, uma delas é o vocativo, ou seja, quando você chama alguém. Então, muito importante, se seu nome termina em A, mudará para O! Então, as Renatas, Anas, Paulas, entre outras, serão chamadas por Ano, Renato, Paulo...Elogiam muito minha “bunda” por aqui, mas bunda na República Tcheca tem preço, cores e texturas, custa cerca de 700 coroas tchecas(R$ 70,00). Bunda, na língua dos tchecos, significa casaco. 

Se  você quer conhecer um país estrangeiro de verdade, a língua é o fio da meada, é por aqui que se descobre como essas pessoas, de um país tão distante, pensam. Aquelas 7 declinações significam que uma palavra, seja substantivo, numeral, adjetivo vai mudar, e muda muito dependendo do que você quer dizer. Um exemplo simples, a palavra “mãe”. Em tcheco é maminka. Essa única palavra pode mudar para maminku; mamince; maminkou; maminky; ah claro, se você chamá-la: - Mãe! Será: -Maminko! Essa você já aprendeu. Só pra deixar mais difícil, muda tudo no plural...mas como mãe é só uma, vamos parar no singular.



Para qualquer brasileiro um dos fatores mais confortáveis de se viver na Europa é a segurança. Eu diria que não há ataques à mão armada no país. Caixas eletrônicos ficam do lado de fora dos bancos, literalmente na parede de fora, sem cabine. Pessoas sacam dinheiro a qualquer hora. Notebooks, ipods, livros digitais, toda a parafernalha digital se usa a luz do dia dentro dos transportes públicos, praças, parques sem nenhum tipo de medo de ser roubado. Parar em um semáforo com os vidros abertos do carro também não há razão para medo, como em muitas capitais brasileiras, infelizmente.
  
Não há catracas nas estações de metrô, em nenhuma delas. Não há cobradores nos ônibus. Tudo tem entrada "física” livre. Mas há fiscalização, e, é claro, de surpresa, sem hora, local ou dia certo. Se você não tiver em seu tícket ou opencard, receberá multa. O tícket de papel é vendido nas estações e você o valida com a data e hora na entrada do metro. Eu pago o equivalente a 500 reais por ano para utilizar o transporte público em Praga. Isso significa que eu posso usar os ônibus,  metrô e o tramvaj(ônibus elétrico) quantas vezes eu precisar, quantas vezes forem necessárias. Todos são interligados, eu uso o cartão citado acima, o opencard, tem foto e nome, ele é carregado eletronicamente. Só preciso ter ele comigo, para se houver fiscalização mostrá-lo. Os fiscais têm umas máquinas portáteis que lêem e verificam se seu cartão tem “crédito” válido para aquele período. Crianças até 15 anos são isentas de passagens, só precisam pagar pelo opencard para mera identificação, sem necessidade de colocar os créditos.

Moradia é assunto sério para os tchecos, antes de entrar na casa a gente tira os sapatos, inclusive visitas, mesmo se os convidados vieram para uma festa etc, ficamos de meias ou sandálias que são usadas somente dentro da casa. Outra coisa que tcheco ama é cão. Cachorro aqui é cidadão, entra em praticamente todos os lugares, restaurantes, transportes públicos, pubs, poucos são os locais que não aceitam o melhor amigo do tcheco. 

  Rua de um bairro residencial (acima) e vista da nossa varanda em pleno outono (abaixo)

A cozinha tcheca é saborosa. Há sopas servidas dentro do pão, muitos tipos de linguiças, a maioria de carne de porco. Aliás, come-se joelho de porco servido com repolho, é um dos pratos famosos por aqui. O acompanhamento é o knedlík, há vários tipos, são feitos de farinha de trigo, fermento, em alguns, pedaços de pão, são cozidos e cortados em rodelas. São servidos para imergir nos molhos fartos junto com as carnes, dificilmente há pratos com arroz. Feijão é coisa rara nos restaurantes tchecos, mas você encontra facilmente nos supermercados.

Pivo é uma a palavra que todo turista aprende. Significa CERVEJA. E no país com um dos maiores consumos por pessoa, ela é mais barata do que água, pelo menos nos restaurantes. O natural é beber em canecas de 500ml. Mas o sabor inconfundível não nos faz hesitar em pedir mais outra e depois mais uma. Na República Tcheca você vai degustá-la facilmente. As pubs estão espalhadas por todos os lados e muitos restaurantes tem fabricação própria da cerveja. Aliás, você pode visitar e conhecer esse processo de fabricação.

Meu casamento foi bem aos modos tchecos, claro que minha mãe trouxe docinhos, bolinhos do Brasil e eu fiz brigadeiros! Geralmente a cerimônia é durante o dia, para poucos convidados, não há lista de presentes em lojas especializadas como no Brasil. Depois do enlace, comemora-se em um restaurante. Para dar sorte, os noivos tomam sopa no mesmo prato, com a mesma colher, e envoltos em um ‘babador’. Pratos são quebrados e os noivos coletam os pedaços no chão, também dá sorte, acreditam.

Algumas cenas do dia-a-dia e de como é viver em Praga

É claro que o processo de deixar de ser turista para ser moradora, e estrangeira, não é fácil. Sinto falta de coisas simples, como bater aquele papo sem pretenções com alguém na fila do supermercado, no ônibus, parece bobagem, mas experimentar a frieza do povo do leste europeu pode ser cruel. Eu costumava ridicularizar essa crítica antes de vir morar aqui. Mas no dia a dia, um sorriso, um “oi” faz diferença. Simpatia não é o forte dos tchecos, se você sair da rota turística e frequentar pubs locais, os garçons são mais rudes. No supermercado, os produtos são lançados rapidamente pelo caixa e você deve empacotá-los rápido, não há tempo de espera, corra e pague para não ouvir reclamações, mesmo se você não esteja com um pingo de pressa.

Como turista brasileiro, você pode permanecer no país até 90 dias sem visto. Para quem vem à trabalho, é aconselhável pedir o visto ainda no Brasil. O processo dura em média 3 meses para ser avaliado aqui. Nos órgãos de atendimento da polícia estrangeira, poucos falam inglês, as filas são gigantescas logo pela manhã. Você encontra um grande número de russos, ucranianos, vietnamitas e romenos, geralmente as nacionalidades que pedem permissão para trabalho. Depende do caso, mas a permissão é geralmente de 2 anos, com posteriores renovações. É essencial ter um seguro viagem internacional quanto você chega e depois você pode ter um cartão saúde, eu pago o equivalente a R$ 1.200 por ano, o que me dá o direito de ser atendida nos hospitais da cidade, às vezes, de acordo com a especialidade, você paga algum acréscimo no ato da consulta. Muito caro é o serviço odondológio, muitos seguros não cobrem, uma consulta custar cerca de R$ 250,00.

No caso de casamento o atendimento na polícia de imigração é melhor, é em setor separado, dentro do mesmo órgão, mas com filas menores. Depois da entrega de toda documentação exigente, você recebe em casa uma visita de policiais para avaliar se o casamento é “real”. No meu caso, vieram dois policiais de surpresa às 7 da noite, olharam o apartamento e fizeram algumas perguntas. Depois você é chamado por telefone para se dirigir à polícia de imigração e receber seu cartão de residência. 


O mais gratificante de viver aqui é, em poucos minutos, sair de casa e ir ao centro histórico, andar pelas ruelas medievais,  jantar à beira do rio Vltava com o belo Castelo de Praga no alto em um sábado qualquer, por exemplo. Viajar de trem pelo país ou para países vizinhos não custa caro. Antes de tudo ter a mente aberta e entender que não estamos no nosso país natal, aprender a língua e tentar descobrir as particularidades do novo país é o melhor, o isolamento e a busca de amizades com pessoas somente de sua nacionalidade não ajuda. Entregue-se! 

Para dicas do que ver e fazer em Praga, leia meu outro texto sobre Praga clicando aqui."
*crédito das fotografias: Roberta Clarissa Leite 

 

E aí, gostaram do texto? Perguntas ou informações adicionais de como é viver em Praga são bem-vindas na caixa de comentário abaixo! ;-)


E mais:
Siga o blog no Facebook
Acompanhe as fotos no Instagram


República Tcheca 5861465230064081482

Postar um comentário

  1. Praga é mesmo linda!
    Passei aí em Dezembro, mas só turistando mesmo.
    Achei interessante a parte dos noivos quebrarem os pratos, eu não sabia dessa! haha
    Muito bom o texto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo14/7/13

      Pensei que fossem apenas os gregos com essa tradição.

      Excluir
    2. Em alguns pontos lembra a Alemanha. Se quiseres escreva para mim gostaria de perguntar-lhe outras #coisas. Obrigada! Um abraço.

      Excluir
  2. Que post legal! Eu amo Praga, uma das cidades mais lindas da Europa! ja fui duas vezes e volto tranquilamente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo8/3/15

      La se faa ingles?...seria um bom lugar de intercambio para aprebder ingless?

      Excluir
    2. Os europeus em geral aprendem o idioma inglês desde cedo na escola, mas isso não quer dizer que falem fluentemente e nas ruas. O idioma oficial é outro. Acredito que seja mais interessante aprender inglês em locais onde está é realmente a língua, pois assim além das aulas você ouvirá a lingua no dia a dia, ajudando muito mais a aprender. Deve ter cursos de inglês, mas não é segunda lingua deles, eu não recomendaria.

      Excluir
  3. Anônimo28/4/13

    Super článek! :)

    ResponderExcluir
  4. Pesquisei... Clanek é = artigo (post)!rará!

    Valeu, e agradeço a Roberta por compartilhar sua experiência aqui no blog com a gente. Só fomos a Praga como turistas/visitantes, então nosso olhar sobre a cidade é diferente.

    ResponderExcluir
  5. Simone,obrigada pelo espaço! Adorei participar do blog também:)
    Hezký den!(um belo dia!)= mais palavrinhas novas em tcheco rsrsrs

    ResponderExcluir
  6. Pivo foi a primeira palavra que eu aprendi quando decidi ir para Praga ano passado :P e valeu muito a pena. Além da cidade ser belíssima, a comida e a cerveja são muito boas :D

    ResponderExcluir
  7. Clarissa, texto fantástico, só me deixou com mais saudades dessa cidade única e encantadora.

    ResponderExcluir
  8. Anônimo5/5/13

    LEVAR CACHORRO A LUGARES COMO RESTAURANTES, SHOPING E AFINS É IRRACIONAL !!!


    100% RACIONAL

    ResponderExcluir
  9. Bom, aí vai da opinião (e cultura) de cada um, e tem que saber respeitar... Nem tudo agrada todo mundo, mas é assim que é! ;-)

    PS: ACHO que é obrigatório adestrar os cãezinhos por lá (nos países da Europa em geral), pois eles se comportam muito bem dentro dos lugares, não costumam latir e ficam quietinhos bem próximos ao dono.

    ResponderExcluir
  10. Praga - a cidade com trilha sonora! Visitei Praga duas vezes e sempre tenho vontade de retornar. Todavia, morar na cidade é um ato corajoso, mas quando se aprende a língua o cenário muda. Parabéns Roberta.

    ResponderExcluir
  11. Anônimo1/8/13

    Boa tarde Roberta, tudo bem???

    Me chamo Jose Carlos e minha esposa Wilsilea, estaremos em praga dia 13/08/23.

    Ficaremos 8 dias em praga, mas gostaríamos de conhecer algumas cidades próximas tais como Kutná Hora,Ceský Krumlov , Karlovy Vary.

    Vc poderia nos dar dicas de como chegar mais fácil a estes lugares, Onibs, trem ou ????, se vc souber preços tb

    Grato desde já

    José Carlos, seu blog é 10

    ResponderExcluir
  12. Oi José Carlos
    Vou aguardar se a Roberta te responde. Não fui nestas cidadezinhas, mas indicaria o trem, com certeza é o meio mais rápido e bacana de viajar na europa! (E mais popular e usado do que onibus) Entre em nosso post sobre viajar de trem pela Europa, e de lá acesse o link do site da ferrovia Tcheca. Dá para colocar as datas, ver os preços, informações e até comprar os bilhetes antecipadamente. Senão, é só chegar lá direto na estação central de trem em Praga e comprar as passagens para o dia seguinte ou quando quiser.
    boa viagem!
    Siga o Flashes de Viagem também pelo FB ;-) => www.facebook.com/flashesdeviagem

    ResponderExcluir
  13. Anônimo9/8/13

    oi
    gostaria de saber as opções de emprego..
    no caso eu sou lutador, teria campo para esta profissão? no caso de eu não ter uma graduação, ainda sim consigo um emprego?
    obrigado

    ResponderExcluir
  14. O ideal seria você procurar este tipo de resposta em sites e fóruns cheio de pessoas que moram no exterior. Sua profissão é muito específica e por isso difícil dizer se tem campo lá ou não.
    A maioria tem curso superior na Europa, então quem não tem acaba só conseguindo empregos bem mais simples, como ser garçom, atendente de lojas ou fazer serviços mais braçais. E se não souber a língua deles é provável que nem isso consiga.

    ResponderExcluir
  15. Quanto tempo aproximadamente para aprender a língua?

    ResponderExcluir
  16. Olá Breno, o tcheco é realmente difícil( acho que mais as declinações do que a pronúncia), mas com dedicação é possível aprender, é claro. Eu acho que pelo menos dois anos morando no país e estudando para falar bem:) Eu, antes de ir morar lá, já estudava sozinha em casa, o que me ajudou bastante.

    ResponderExcluir
  17. Boa Tarde Roberta estava dando uma olhada pelo google e viqueos caras Brasileiros adoram praga , vc sabe me dizer opq disso ? é por causa das mulheres ?

    ResponderExcluir
  18. Olá Manoel!! Rsrsrs, isso eu não sei afirmar, mas confesso que as mulheres aqui são belas sim, um abraço:)

    ResponderExcluir
  19. Sou dentista e penso me mudar para praga... quais sao as probabilidades de arrumar algo na area como auxiliar de inicio para no futuro uma tentativa de validacao de meu diploma

    ResponderExcluir
  20. Anônimo4/2/14

    Olá Roberta, eu sou artista plástico, e estou fascinado com a cidade e seu encanto, você acha que sendo eu um artista plástico com ênfase principalmente em pintura e escultura teriam boas galerias para estar expondo e assim viver deste trabalho em Praga??...seu blog é fantástico, parabéns!!

    ResponderExcluir
  21. Ola Roberta, sou advogado, e como é por ai ?
    Quero mudar para Praga.

    ResponderExcluir
  22. Olá, Antônio! Como advogado, acredito que formado no Brasil, não vejo chance de trabalho aqui até porque as leis são outras, ao menos que você tivesse oportunidade de trabalhar em alguma empresa que faz negócios entre os dois países e aí precisasse de um advogado, ou se você procurasse um emprego em outra área. Abraço e boa sorte!

    ResponderExcluir
  23. Respondendo ao artista plástico(não vi o nome no comentário), para artistas acho que aqui em Praga é um campo bem oportuno, a cidade é repleta de exposições, galerias, mostras, há muito movimento artístico para todos os gostos. O bom é já fazer contatos com alguns desses locais e começar a planejar alguma exposição, desejo boa sorte, um abraço.

    ResponderExcluir
  24. Daniel Sales, todas as informações sobre trabalhar como dentista na República Tcheca você pode encontrar aqui(versão em inglês): http://www.dent.cz/en/index.php?id_strana=4-Working-conditions-for-foreign-dentists
    Abraços.

    ResponderExcluir
  25. Para quem quer trabalhar em Praga (ou qualquer outra cidade na Europa e exterior), vale lembrar que não é simplesmente se mudar e sair procurando uma vaga. Penso que o principal para se obter um trabalho na sua área de atuação é formação é DOMINAR A LINGUA LOCAL, pois sem isso as chances são bem pequenas. Por mais que o inglês seja universal, no ambiente de trabalho e dia a dia em si pode ser exceção.

    Lembrando tb que as regras com imigrantes costumam ser bastante restritivas em relação a estes trabalhos e para tirar o visto de permanência. A prioridade de vagas sempre será para os cidadãos locais, e depois para os estrangeiros.

    E por último: lembrar que muitos cursos exigem testes ou revalidação de diploma, pois nem sempre a Universidade cursada aqui terá validade formal por lá.

    Enfim, o processo não é tão fácil e simples, tem que ter em mente tudo isso antes de optar por se mudar (ou a não ser que aceite outros tipos de empregos e funções).

    ResponderExcluir
  26. Anônimo14/3/14

    Estive em Praga como turista e pretendo voltar. Vou me aposentar este ano e logo agendarei uma visita a esse lugar mágico e maravilhoso. Foi pouco tempo, mas me senti em casa. Logo fiz amizade com italianos e os habitantes da cidade. Fiz longos passeios à noite e nunca me senti tão segura. Ali, na Ponte Carlos, comprei uma tela (O Gato) e o artista fez dedicatória. Lindo!
    Abraços
    Jandira

    ResponderExcluir
  27. Anônimo14/3/14

    Fiz o comentário mas desapareceu.
    Seguinte:
    Fui a
    paraga em 2011 como turista. Amei a cidade e logo fiz amizades. Comprei uma tela (O Gato) na Ponte Carlos e o artista fez dedicatória. As ruas compridas e largas são lindíssimas. Aposento este ano e devo agendar uma nova visita a esse "Grande Museu Aberto". Adorei o seu comentário sobre "Como viver em Praga". Parabéns!
    Abraços,
    Jandira Costa (Brasília-Brasil)

    ResponderExcluir
  28. Legal que adorou a cidade Jandira, é realmente muito linda e cênica.
    Quanto aos comentários, não houve erro, é que demora um pouco para ele aparecer, pois preciso ler e autorizar primeiro.
    Espero que possa voltar e aproveitar ainda mais a cidade! Abraço

    ResponderExcluir
  29. Eu queria saber quanto é o custo, tipo as passagens de aviao que vocês foram e qual companhia aérea .. Thanks

    ResponderExcluir
  30. Oi Igor. O custo de uma passagem aérea para as principais capitais da Europa gira em torno de 2mil reais (ida e volta). Porém, sempre acontecem promocões, principalmente em épocas de baixa temporada (fora das férias), onde é possível achar preços a partir de R$1200 + as taxas de embarque. Enfim, depende muito da data, da cidade de saída e de chegada. Pode ser bem mais barato chegar por uma cidade ali perto de Praga e pegar um trem atè lá por exemplo.
    Várias companhias aéreas voam para aqueles lado, como Iberia, Air France, Tap, TAM, etc...... Faça uma simulação no site www.submarinoviagens.com.br e verá tudo isso (preços e empresas)

    ResponderExcluir
  31. estou querendo me mudar pra praga gostei muito do seu post,gente nao sei oque houve mas quando vi um programa que falava sobre praga fiquei emocionado ate chorei parecia coisa de outra vida,estou indo em breve conhecer,tocou meu coraçao parece que vivi ai em outras vidas!!!emocionado!!

    ResponderExcluir
  32. Legal Guilherme! Torcemos para que em breve consiga realizar seu desejo de conhecer a codade, ou mesmo morar por lá!

    ResponderExcluir
  33. leandro10/10/14

    ola, bom dia,preciso de ajuda em praga,estarei em praga em marco,voltando da china,meu ingles e fraco e preciso de um interprete para me acompanhar como guia turistico,pode me ajudar com alguma dica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não vou poder te ajudar, não sei de nenhum guia brasileiro na cidade de Praga. Vamos esperar ver se a Roberta responde com alguma sugestão.

      Excluir
  34. José Glacuio25/12/14

    Que postagem mais bacana! Eu queria saber mais sobre o idioma - aprendê-lo, na verdade. Vocês teriam algum bom material para me indicar? Gramática, dicionário, algo que dê para entender as sete declinações que a Roberta comentou no texto etc. Muito obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essa é pra Roberta responder, não tenho a mínima ideia do que indicar!

      Excluir
  35. Olá, José! Eu comecei com o livro "Chcete mluvit ceský?", http://www.courseczech.com/czech.html
    Outros bons são da coleção "Krok za Krokem", http://www.czechstepbystep.cz/
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela dica ao leitor Roberta! Abraço ;-)

      Excluir
    2. José Glaucio28/12/14

      Roberta e Simone, muito obrigado pelas dicas! Confesso que eu comecei aqui por uma gramática em inglês que explica as nuances da língua; quero entender a estrutura. Estou adorando. Mas eu me assustei um pouco - ainda não cheguei lá - com os casos que flexionam as palavras substantivas, adjetivas e pronomes. Aqueles 7 casos que tem em latim (com exceção do instrumental e locativo). Roberta, você teria alguma dica quanto a isso? Os tchecos falam isso com naturalidade? Para mim parece tão obscuro.
      Abraço!

      Excluir
    3. José Glaucio28/12/14

      Vou acrescentar uma coisa a mais: essas declinações, flexões são tão naturais para eles quanto é para gente flexionar de acordo com o grau, gênero e número? Acho que o estranho se dá também porque a gramática está em inglês e nesta língua tem toda aquela nuance de não precisar combinar um adjetivo com o gênero do substantivo (as palavras não sofrem desinência), mas em português já tem. Ou os pronomes demonstrativos, por exemplo, "this" que em inglês não tem gênero, mas em português tem (e em tcheco, pelo que eu entendi, tem também). Esta caneta. Este lápis. Este (tento/tenhle); Esta (tato;tahlo). Entendi assim. hehehe!
      Tohle je pero a tamto je tuzka.
      Mas o mais bacana disso tudo é que, ao me assustar com as possíveis declinações eu fui pesquisar as declinações latinas, e eu acabei descobrindo a importância da sintaxe para saber qual a função sintática da palavra - objeto direto, indireto, vocativo etc., e também a transformação, a perda dessas declinações, para o português moderno. Estou abrindo um leque muito grande! =) Agora só falta descobrir se era mais produtivo para a língua as declinações ou a transformação que sofreu - nascimento de preposições, uso dos artigos etc.
      Desculpe o texto longo. Estou empolgado!!

      Excluir
  36. Anônimo29/12/14

    Olá Simone e Roberta. Estou adorando as dicas. Parabéns. Estou querendo fazer minha primeira viagem a Europa. Fiquei empolgada em ir à Praga. Primeiramente tenho apenas 18 dias de férias. Gostaria de conhecer Praga, e mais duas cidades da Europa. Bom, minha dúvida seria a seguinte, saindo de São Paulo, qual seria o melhor itinerário, ir para qual país e de lá dar uma passadinha por Praga. Qual dica vcs me dão. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oie! ótima ideia a sua, visitar Praga e outras cidades próximas, ali tem muita coisa! O trajeto que fizemos e que super indico por serem cidades fantásticas são: agregar Praga junto com Budapeste (Hungria) e Viena (Áustria), pois são 3 capitais fantásticas com muito a oferecer! De trem da para ir fácil e em poucas horas de uma a outra.

      Excluir
  37. Anônimo30/3/15

    Oi Roberta, você poderia contar mais como foi o procedimento para fazer o casamento? Depois de feitos os trâmites burocráticos do casamento em si você teve que pedir um visto de residência permanente? Você poderia dizer como foi isso e quais foram as condições? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!! Para o casamento você precisa da certidão de solteira emitida por cartório no Brasil, atestando que você está apta a contrair matrimônio, certidão de nascimento, passaporte válido, esses documentos(exceto passaporte) têm que ser traduzidos para o tcheco ( procurar tradutores juramentados no site da embaixada), depois todos os documentos devem ser legalizados e superlegalizados ainda no Brasil, serviços prestados pelo consulado e embaixada( não é possível fazer aqui na Rep, Tcheca, só no Brasil!). Fiz tudo pelos correios, se você mora em SP pode ir pessoalmente. Se você vier para a Rep. Tcheca para casar, ou seja, chega aqui como turista, tem que ir na polícia de imigração para receber um documento de legalidade de estadia, ele deve ser apresentado no dia do casamento. Após o casamento, com a certidão em mãos, deve-se dirigir à polícia de imigração para pedir o visto temporário, o visto é dado como "parente de membro da união europeia", eles dão de 2 a 5 anos e sai no prazo de 2 meses, eles que decidem, deram-me de 5 anos. Depois dos 2 primeiros anos, você pode dar entrada no visto permanente, já é outro processo e outros documentos são exigidos. Voltando ao casamento, é comum os oficiais da polícia de imigração fazerem visitas de surpresa em sua casa para "atestar" que o casamento existe, no meu caso eles vieram duas vezes, mas foi tranquilo, olham o apartamento e fazem algumas perguntas, eles me pediram para abrir o guarda-roupas para ver as roupas do marido rsrs...
      Alguns links úteis: tradutores: http://www.mzv.cz/brasilia/pt/vistos_e_informac_es_consulares/tradutores/index.html

      informações sobre casamento entre tchecos e brasileiros: http://www.mzv.cz/brasilia/pt/vistos_e_informac_es_consulares/casamentos_entre_cidad_os_tchecos_e/casamento_na_republica_tcheca.html

      Espero que tenha ajudado,boa sorte!
      Roberta

      Excluir
  38. Boa Noite.

    Gostaria de passar um tempo em Praga para estudar e tbm trabalhar. Gostaria de saber se é facil arrumar trabalho e se estrangeiro tem permissão para isso? fico no aguardo.
    Adorei o blog.
    att., MArcio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Marcio!

      Não sei lhe responder isso con detalhes, mas certamente todo processo de imigração é trabalhosos, exige visto, e para conseguir bons empregos sempre é importante saber falar na lingua local.

      Alguns vistos de estudo dão direito a trabalhar, mas não sei como funciona lá. Quem sabe a Roberta possa dizer algo mais a respeito.

      Excluir
  39. Anônimo13/8/15

    Ola Roberta, sou aposentada, e como é por ai ?
    Quero mudar para Praga.

    Responder

    ResponderExcluir
  40. Boa tarde Roberta.
    Estive em Praga umas 3 vezes quando estive estudando na Europa, pois tenho namorado checo e pretendo fazer o mesmo processo que você fez para viver na República Checa. Entretanto tenho muitas dúvidas quanto ao processo de adaptação no país.
    *Gostaria de saber se você ao sair do Brasil, foi para Europa como turista (levando todos os documentos necessários para o casamento) ou você já saiu do Brasil com algum tipo de visto?
    *Eu queria saber também se você ao sair do Brasil, já falava checo? Você se preocupou em aprender o básico ainda no Brasil? Que conselhos você me daria a respeito disso? Pois como já estiva algumas vezes em Praga, aprendi algumas frases, mas considero o idioma bastante complexo.
    *Você conseguia se virar bem só com o inglês?
    *Uma coisa bem importante, você conseguiu trabalho na República Checa com facilidade, assim que chegou ou não? (Qualquer coisa que possas me aconselhar a respeito disso é válido)
    *Estive na Espanha pela universidade como graduanda por um ano e gostaria de fazer uma pós-graduação na República Checa, às universidades são caras? Há possibilidade de conseguir estudar gratuitamente? Assim que eu chegar na República Checa posso tentar uma vaga?
    *Quanto, em dinheiro, é suficiente para viver em Praga?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Suellen! Respondendo suas perguntas:
      * Sai do Brasil como turista, até porque não existe visto de noiva ou casamento, coisa do tipo, mas tinha toda a documentação pronta comigo.
      *Quando eu sai do Brasil já tinha estudado grande parte da gramática, incluindo audição, programas pela internet de TV tcheca, etc. Meu conselho é que você aprenda, eu nunca vou entender por que tem brasileiro que acha que inglês basta, tcheco é a língua oficial do país. Se seu namorado é tcheco, você certamente vai ter oportunidade de fazer amizade com locais, além de falar com a família dele. O que você puder adiantar vale a pena, quando chegar aqui entra em um curso, tem vários.
      *Eu não uso inglês, uso tcheco. Mas tem brasileiro que vive aqui há anos e não fala, vai de cada um...porém pessoalmente acho que viver aqui só com inglês é ser eterno turista.
      *Como fiz duas universidades no Brasil na área de Comunicação, não estava/nem estou disposta a pegar qualquer tipo de emprego, e não achei na minha área. Depois do primeiro ano aqui é que acabei conseguindo através de uma empresa americana um trabalho home-office que paga legal, e eu mesma pago meus impostos como freelancer/autônoma na Rep. Tcheca. Tem emprego para área de logistica, call center para estrangeiros...depende de sua especialidade, vc pode ver no site expats.cz
      *Se você estudar em tcheco são gratuitas, em inglês são pagas. Assim que você chegar pode tentar se informar, eu não sei com detalhes porque todos os cursos que fiz foram no Brasil;
      *O salário mínimo aqui é de 9.600 coroas, no último reajuste. O salário médio é entre 20 a 30 mil coroas, pra viver legal aqui acho que você tem que receber dentro disto, menos que 20 mil é pouco, na minha opinião. Abs

      Excluir
    2. Obrigada pela resposta tão detalhada para a leitora do blgo Roberta! :)

      Excluir
  41. Olá meninas,

    Eu e meu namorado queremos ir estudar Inglês em Praga, pois o custo de vida ai é menor, bem menor que em outros lugares que cotamos, além de ser um lugar maravilhoso.
    Eu queria saber se vocês podem me ajudar com algumas coisas em relação a instituição de ensino e moradia.
    Pretendemos ir em janeiro ou fevereiro de 2016 e vamos pedir o visto em novembro, por isso precisamos de tudo já certinho, mas nossa dificuldade maior é achar via internet um colégio.
    Queremos ficar um ano, O visto é difícil, para permanência longo prazo?


    Muito Obrigada :)

    ResponderExcluir
  42. Olá, Simone e Roberta.
    Gostaria muito de conhecer Praga esse ano, mas estou bastante receosa quanto ao preço do euro. Queria ter uma noção de custos... Praga é uma cidade barata para se visitar?! Podemos comparar com Lisboa?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei dizer custos atuais, pois já fui a alguns anos. Mas me parece adequado comparar com valores de Lisboa. Na verdade, acredito até que seja um pouco mais barato.
      O bacana de lá é que muitas das atrações e lugares a visitar são gratuitas também, então o gasto nisso acaba sendo menor.

      Excluir
  43. Oi, Marina e Simone!Sim, Praga não é uma cidade cara, não sei comparar com Lisboa, mas certamente é uma das mais "em conta" na Europa, lembre-se que a moeda local é a coroa tcheca. Boa Viagem, bjs!

    ResponderExcluir
  44. Olá, estarei indo para praga agora em maio, e gostaria de saber se 3 dias são suficientes para conhecer a cidade é algumas cervejarias. E também se seria interessante alugar uma bike e fazer tudo de bike?
    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 3 dias dá uma boa base sim, ver bastante coisa. A ideia de alugar bike é boa, teste por um dia e se gostar mantenha nos outros. Se não, use o transporte público mesmo, que para a area central e pontos turisticos é bem suficiente e prático.

      Excluir
  45. Olá! Parabéns pelo interessante e divertido blog. Aproveito para perguntar se conhece ou tem alguma informação acerca de uma escola chamada Schola Empirica. Trata-se do seguinte: minha sobrinha de 20 anos pretende fazer um curso de verão nesta escola. Contudo, só temos as informações constantes do site da própria escola. O Consulado da Republica Tcheca em São Paulo apenas confirmou a existência da escola, mas não soube dar maiores informações. Tratando-se de uma jovem em primeira experiência de estudos no exterior, temos que nos certificar de que se trata de uma instituição idônea e confiável, não é verdade? Então, agradeceria se soubessem me dizer alguma coisa a respeito desta escola.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLá!
      Entendo sua dúvida e apreenssão, mas neste caso não sei lhe indicar ou dizer nada não, nunca ouvi sobre esta escola. Talvez a Roberta saiba algo, mas como não respondeu até agora, talvez seja porque também não consegue lhe ajudar ;-)
      Mas boa sorte, e que dê tudo certo para ela!

      Excluir
    2. Ola Simone! Nao conheco essa escola, fiz uma busca rápida na net e vi que faz parte de um programa da Prague Summer Schools, mas nao posso dar maiores informacoes já que nao conheco, abraco! Boa sorte!

      Excluir
    3. Muito grato, Simone, pela atenção e gentileza. Todo sucesso, continuem com o blog, que é muito interessante e bem feito!!

      Excluir
    4. Obrigado, Roberta, pela gentileza e empenho! Sucesso para vocês e continuem com o excelente blog!!

      Excluir
  46. Olá, você saberia informar se há curso de inglês para estrangeiros em Praga ou pelo menos alguma agência que faça o trâmite de intercâmbio? Tenho buscado pela internet há dias e ligado para várias agências aqui no Brasil e nenhuma faz. Já que o processo de visto é bem complicado, acredito que assim seria mais fácil de conseguí-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lais
      Não sei lhe dizer infelizmente, mas deve ter sim.
      No comentário acima do seu é mencionado uma escola de lá, que provavelmente tem alguma opção neste sentido, dá uma olhada! ;-)

      Excluir
  47. Olá. Parabéns pelas excelentes dicas. Li a respeito de Praga e fiquei interessado em morar aí. Estou aposentado com renda própria e, nessa condição, eu conseguiria visto der permanência? Gostaria de saber tbm se aluguéis de imóveis são caros ou se comparam às capitais do Brasil? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não sei te indicar. Vamos esperar se a Roberta (que escreveu o post) tem alguma informação para lhe dar. ;-)
      De qualquer forma, este tipo de busca mais específica sugiro que faça em fóruns sobre o país e sobre morar lá, ou busque mais informações através do Google mesmo, porém pesquisando em INGLÊS, pois costuma ter muito mais informação.

      Excluir
  48. Anônimo13/10/16

    Olá Simone,
    queria conhecer Praga em janeiro do dia 02 ao dia 05/01.
    como vou sozinha estou com receio, vc faz algum trabalho tipo de guia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OIe! Não sei lhe indicar um guia, mas se não achar vá sem medo, é uma cidade muito tranquila e com as coisas relativamente próximas e fáceis de ir inclusive a pé entre elas. ;-)

      Excluir
  49. olá Simone interessante sua matéria. tenho algumas dúvidas. talvez vc pudesse me ajudar. poderia me mandar um email . para franklinfsantos@utlook.com . tenho intenção de passar uns 6 meses . por ai . e se pudesse me dar algumas informações ficaria muito grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Sou a autora do blog mas não moro lá. Sugiro que envie suas perguntas pontuais por aqui, através de comentários, e assim se a Roberta (que escreveu o post) souber lhe ajudar ela responde. Não fazemos este contato direto e particular por email ok! ;-)

      Excluir

emo-but-icon

Página inicial item

Pesquisar no blog

Loja Viagema

Reserve seu Hotel

Celular no Exterior

PARA QUEM AMA VIAJAR

RECEBA NOSSOS POSTS

Curta no Facebook

Leia Também