Loading...

Sudeste Asiático e Hong Kong: compilação de dicas (post colaborativo)

O itinerário de nossa próxima viagem vai envolver a Turquia e depois Sudeste Asiático. E para aproveitar bem, queria pedir sugestões de quem já foi ou pesquisou sobre estes lugares, para não deixar passar nada de imperdível nesta viagem que pretende ser a última desta fase! (depois dessa trip encerraremos por um tempo nossas viagens- pausa para tentar produzir um “novo viajante”!)

Para juntar dicas e respostas decidi montar este post “colaborativo”! ... mas como funciona?

Simples! Cada um escreve nos comentários suas dicas e respostas para as perguntas sobre determinada região, e no final eu atualizo a informação abaixo da pergunta no post. Se tiver alguma outra sugestão ou informação preciosa, não se iniba e divida com a gente! :-D Vai ficar super útil para nós e também para outros viajantes, além de divulgar o trabalho e opinião de quem já foi (seja blogueiro ou não).  
Colabore opinando* lá embaixo nos comentários! ;-)
*Coloca o nome da cidade e manda bala nas respostas! De preferência escreva sua dica, ao invés de só passar um link para um post ou similar (mas se for necessário ok também!)


Já pesquisei em muitos sites e blogs e estou juntando informações, montando um panorama do que vamos querer visitar, e seria legal poder juntar aqui todas estas informações super bem-vindas de quem já passou por estes locais "exóticos" e quer dividir um pouco das suas experiências.

ABAIXO, NOSSO ITINERÁRIO E AS PERGUNTAS SOBRE CADA LOCAL:

  
TAILÂNDIA:
- Sobre o transporte: viagens noturnas (e enormes) em onibus ou trem valem a pena?
- Sugestões de comida/restaurante? (sim, sim, pretendo com toda certeza comer a comida de rua!) ;-)
- Onde ver tigres de pertinho e interagir? (tirando aqueles do monastério - Tiger Temple -  que parecem dopados...)

BANGKOK – 4 dias
1-Onde ver um pôr-do-sol bonito?
2- Lugares bacanas para visitar ou ir a 2 à noite?
3- Parque, reserva, ou local de beleza natural e fauna?
4- Jóia escondida? (local imperdível mas não muito visitado/conhecido)
5- Viewpoints e locais para ver a cidade de cima?
6- Bairros legais para bater perna?
7- Ir até Ayuttaya vale mesmo a pena ou já vamos ver tantos templos (na viagem toda) que nem tem muita necessidade?
8- E o mercado flutuante, vale o passeio? (ou é só pega turista?)

Outras dúvidas:
9- melhor hotel quase ao lado da Khao San Road, ou no bairro de Sukhumvit perto do parque Benjakiti e numa junção super bem servida de metrôs e trens (Asok Station)?


10- Taxis e tuk-tuks, eis a questão? (taxi: combinar preço antes ou ir com taxímetro ligado? Mas no geral quero usar muito o trem, metrô e barco)


CHIANG MAI – 2 dias
Onde andar de elefante? (não quero ver SHOW com animais domesticados, não curto)

Aula de culinária local: vale a pena?
Quero ir em alguns templos e também num parque lindo e florido que tem lá, um pouco distante do centro da cidade (atualizando: o nome do parque é Ratchaphruek Garden, é como um Jardim Botânico).

CHIANG RAI – 1 dia
Tribos long neck e outras... dá para ir por conta ou só em tour? Vale a pena? (já vi tantas outras coisas bacanas para visitar na cidade que estou questionando... até porque vou ter pouco tempo ali)
Tour para o Golden Triangle: alguém já foi? É bonito e vale a pena mesmo?


KRABI (Ao Nang e Railay beach) + PHI PHI – 4 dias
Melhores points para snorkelling?

Fora da praia em si e mergulhos, o que mais tem de interessante para ver e fazer?

CAMBOJA:
SIEM REAP/ANGKOR WAT – 2 dias
1- Segurança na cidade? (soube de um caso meio escabroso e fiquei insegura)
2- Sugestões de comida/restaurante? (vou comer a comida de rua... mas qual prato?) ;-)
3- Quem recomenda um bom guia turístico ou agência? (preços?)
4- Dá tempo de ver o templo principal (Angkor Wat) + aquele das faces + aquele das raízes das árvores (abaixo) em 1 dia? Qual outro templo seria imperdível?
5- Visitar Angkor de bike pode ser uma boa pedida mesmo? (por causa do sol e maior desgaste físico - somos quase sedentários! => embora passeamos de bike um dia inteiro Galápagos, e lá era um calorão também) Desvantagem: não teremos guia.
6- Atravessar fronteira Tailândia-Camboja: recomendação de empresa confiável? (pretendo fazer o esquema bus + táxi compartilhado)


MALÁSIA:
KUALA LUMPUR – 2 dias
1- Se eu perceber que vai ficar corrido e não for dar tempo de subir nas 2 atrações principais, qual é melhor e devo escolher para subir: Petronas ou Menara Tower?
2- ChinaTown ou Little India, o que é mais bacana e interessante?
3- Comida típica e gostosa da malásia para experimentar?
4- Lojinhas de artigos de design e decoração para casa?

Já tá na lista: Aquaria e Bird Park, além de passeio central pelas Petronas, praça Merdeka e visita à Batu Caves.

CHINA:

MACAU – 1 dia
Alguém sabe como funcionam os cassinos de lá? Tem opção pra quem não quer gastar praticamente nada, só dar uma olhada como funciona e se divertir um pouco?

 
HONG KONG – 3 dias
1- Ficar na parte de Koowlon ou na ilha de Hong Kong mesmo?
2- Lugar legal para ficar vendo o show de luzes dos prédios à noite?

3- Lojinhas de artigos de design e decoração para casa?
4- Onde comprar eletrônicos? (preço bom e sem risco de ser falsificado)

3- Além do Buda gigante, o que mais tem para fazer e ver na ilha de Lantau? (vale a pena considerando que temos só 3 dias na cidade?)

As dúvidas de modo geral são essas. Estamos abertos a sugestões, porém o itinerário (locais) em si já está fechado e não vai ser alterado. Cidades que não entraram ficam para uma próxima vez! :)

Blogs onde já pesquisei e com posts úteis e motivadores sobre esses locais: 


Tailândia e/ou Camboja:
Carpe Diem, da Cris Tomasi 

Preciso Viajar, da Fernanda
Viagem para Mulheres, da Flávia
Viajando com Eles, do Guilherme

Malásia e Hong Kong:
No Place Like Here, da Cris Campos
MauOscar, do Oscar

Sudeste Asiático em geral:
360 Meridianos, da Natália
Turismo Backpacker, do Douglas e da Julia
Finestrino, da Anna e Mariana
Boa Viagem, do Luiz Jr
Mikix no Mundo, da Mirella 


Obrigado a todos que participarem comentando e colocando informações aqui neste post! Quando juntar uma quantidade boa de respostas eu subo os comentários para o corpo do texto. E após viajarmos para lá completarei com nossas dicas e impressões é claro!


O próximo post vai ser pedindo opinião sobre a Turquia (a primeira parte de nossa próxima jornada). Já foi em para lá? Leia e colabore dando sua dica neste post!
Tailândia 569739202526988318

Postar um comentário

  1. Tailândia - Sobre o transporte: viagens noturnas (e enormes) em onibus ou trem valem a pena? Se você tem $$$, voe. Os ônibus não são tão ruins, mas estão longe de ser o estilo VIP que eles falam. Trem diz que é super confortável. Tudo depende se voc~e consegue dormir a bordo.

    - Sugestões de comida/restaurante? (sim, sim, pretendo com toda certeza comer a comida de rua!) ;-)
    Tenho uns em Bangkok e Chiang Mai, mas não lembro o nome. Sim, coma na rua porque é tudo de bom, principalmente pad thai e panqueca de banana com nutella (que mais parece um pastel)

    - Onde ver tigres de pertinho e interagir? (tirando aqueles do monastério - Tiger Temple - que parecem dopados...)
    Em Chiang Mai também tem, mas são dopados também. Aliás, esse é um passeio que me arrependi.

    ResponderExcluir

  2. 7- Ir até Ayuttaya vale mesmo a pena ou já vamos ver tantos templos (na viagem toda) que nem tem muita necessidade?
    Sinceramente, não! Angkor Wat é muito mais bonito.

    8- E o mercado flutuante, vale o passeio? (ou é só pega turista?)
    Não! Super pega turista. Tente ir no verdadeiro mercado flutuante, que os nativos vão. Eu não consegui descobrir onde é.

    ResponderExcluir
  3. CHIANG MAI – 2 dias
    Onde andar de elefante? (não quero ver SHOW com animais domesticados, não curto)
    tem vários cursos inclusive que você pode dar banho nos elefantes. Veja no google.

    Aula de culinária local: vale a pena? Sim!

    Quero ir em alguns templos e também num parque lindo e florido que tem lá, um pouco distante do centro da cidade.
    Eu fui nos templos e no zoológico ver os pandas. Não sei que parque é esse.

    ResponderExcluir
  4. CHIANG RAI – 1 dia
    Tribos long neck e outras... dá para ir por conta ou só em tour? Vale a pena? (já vi tantas outras coisas bacanas para visitar na cidade que estou questionando... até porque vou ter pouco tempo ali)
    Dá para ir por conta. Eu particularmente não gostei da tribo, achei um zoo humano (minha opinião)

    Tour para o Golden Triangle: alguém já foi? É bonito e vale a pena mesmo?
    Não fui porque achei muito corrido e vc ainda tem que pagar os vistos dos outros países para ficar no máximo 1 hora lá.

    ResponderExcluir
  5. Oi Si, muito legal teu roteiro. Tu já consultaste o http://viagemafora.blogspot.com.br ? Eles tem umas dicas bem legais sobre o sudeste asiático ;)

    ResponderExcluir
  6. KRABI (Ao Nang e Railay beach) + PHI PHI – 4 dias
    Melhores points para snorkelling?
    Lá mesmo eles vão te indicar os melhores locais. Vale a pena alugar barco e ir pedindo para o barqueiro parar.

    Fora da praia em si e mergulhos, o que mais tem de interessante para ver e fazer?
    Como sempre, tem uns templos para ver. Em Phi Phi, tem o viewpoint para ver o por do sol, o museu do tsunami. Mas acho que o negócio é aproveitar a praia mesmo e fazer todos os passeios porque os lugares são paradisíacos. Ah, e massagem por U$5. Thai massage, foot massage, etc.

    ResponderExcluir
  7. Super obrigada pelas respostas Fernanda, já dá para ter mais idéia!!

    O parque que quero ir em Chiang Mai se chama Ratchaphruek Garden, é lindíssimo e no período que vou ainda vai estar rolando uma "exposição luminosa" à noite! Parece imperdível.

    ResponderExcluir
  8. Camboja - sinceramente, achei Siem Reap SUPER segura. Andava de madrugada a pé e em nenhum momento senti medo. Os templos do small tour que são esses que você colocou ali em cima, dá para fazer em 1 dia (sem entrar nos detalhes). Eu fiz. Comecei às 5 da manhã e fui até às 5 da tarde. Outro templo imperdível seria o das mulheres que fica no big tour e é bem longe. Eu não encarei a bike porque sou sedentária e o calor é de matar. Recomendo tuk tuk para o dia inteiro (ele fica esperando vocês em cada templo) e que contratem um guia (custa U$15). Lá no hostel Siem Reap eles podem te indicar os que trabalham com eles.

    ResponderExcluir
  9. Para atravessar a fronteira, vá com o ônibus que os tailandeses vão. Compra na rodoviária o ticket. Ou compre um ticket só até a fronteira. Eu comprei meu ticket numa agência na rua paralela a Khao San Road, quase do lado do hotel Sleep With inn e na frente de um salão de beleza. Existem dezenas na mesma rua, mas acho que o esquema é deixar claro que quer só a van até a fronteira.
    E em Bangkok, táxi com meter sempre. Às vezes dmeora para achar um, mas vale a pena ficar tentando. Ande no tuk tuk só pela experiência de andar em um, mas é um saco negociar com eles. Eu preferia o táxi. Usei bastante o skytrain também que é ótimo. Se você não quiser ficar na Khao San Road, eu fiquei no Ibis Riverside. O hotel é ótimo, barato (U$35 a diária) e relativamente próximo do metrô. E o bom é que tá do ladinho do rio e a vista noturna é linda. E de noite em Bkk vale a pena pegar um dos barcos com show e jantar. Super turista, mas vale a pena.

    ResponderExcluir
  10. Nos cassinos em Macau dá pra entrar e só olhar (até porque é tudo bem caro pra jogar), fora isso na Cotai strip onde ficam os cassinos, só tem loja de marcas ultra caras. Mas com certeza a melhor parte de Macau é no centro histórico, onde tem as ruínas da igreja de São Paulo e vários lugares com placas em português, comida portuguesa. Lá também tem uns cassinos mais antigos se quiser ver.

    ResponderExcluir
  11. Em Kuala Lumpur, na Petronas é uma visita guiada, tem uma fila enooorme (mas agora é paga e agenda o horário da subida), fica num lugar onde você já vai, e é um lugar mais icônico (ou clichê) da cidade (tipo, as pessoas vão perguntar se você subiu quando você contar que foi a KL).
    A Menara também é paga mas é uma visita livre, você sobe e fica lá quanto tempo quiser. É meio fora de mão, mas não muito e é mais baixa. A vista é diferente, mas também é interessante.
    Se tivesse que escolher uma, eu subiria na Petronas, mas daí é do gosto do freguês :)

    ResponderExcluir
  12. Em Hong Kong acho legal passar pela "calçada da fama", tem as mãos no cimento do Jackie Chan e outros famosos chineses, e é legal pra ficar observando as pessoas. Hong Kong é um lugar pra andar meio sem rumo, ver gente, comidas estranhas de rua...

    ResponderExcluir
  13. Na Tailândia, sinceramente, se não gosta da ideia de animais sofrendo, e financiando esse tipo de negócio, não vá ver nenhum deles. Elefantes, tigres, cobras, muitos lugares dizem que não tratam mal, mas é difícil saber onde (e se) isso é verdade.

    ResponderExcluir
  14. Na subida pro buda em HK tem dois tipos de cable car, um crystal, que tem o chão transparente e outro normal. O do chão transparente custa mais caro e vem em menor frequência, achei a maior furada, fora que pra baixo é só água, o resto dá pra ver da janela normal :)
    Na fila do crystal tinha só ocidental, os chineses espertinhos vão todos no normal.

    ResponderExcluir
  15. Obrigada pelas dicas e opiniões Tati.

    Vou focar mais no centro histórico de Macau mesmo, pois quero ir lá justamente porque acho muito curioso uma cidade na China mas de colonização Portuguesa, quero ver para crer!(e quem sabe comer um "pastelzinho de Belem" por lá)

    Quanto a diferença do cable car de HK, tá anotado a dica, vou optar pelo normal mesmo, viajando com os chineses e não com os turistas. ;-)

    ResponderExcluir
  16. Legal que você vai focar na parte histórica de Macau, vale muito a pena. Se você já foi a Las Vegas (eu nunca) vai achar a parte dos cassinos igual, tem os mesmos, tipo o Venetian, o Hard Rock, o Bellagio, etc. Tem algumas atrações lá tipo andar de gôndola, um show tipo Cirque du Soleil (o de verdade fechou, infelizmente) e tem aquele luxo de cassino, luzes, neons, coisas douradas mil :D Bom pra dar uma passadinha, mas nada que vá fazer falta se você não for da jogatina, sabe?

    ResponderExcluir
  17. Nunca fui em Las Vegas não, por isso achei curioso esta "imitação" dos cassinos em Macau tb, e quero pelo menos dar uma olhada. Quem sabe durante o dia aproveitar o centro, e a noite ver esta outra parte toda iluminada e quem sabe assistir algum tipo de show, como este estilo Cirque du Soleil que comentou!

    ResponderExcluir
  18. Mercado Flutuante... eu não achei nada de mais, só achei caro.
    É um super ponto turistico de Bangkok sim, mas vá só se tiver tempo sobrando. Tem coisas mais legais pra ver por lá!!

    ResponderExcluir
  19. Vou respondendo com o que lembro de cabeça

    Bangkok
    7- Ir até Ayuttaya vale mesmo a pena ou já vamos ver tantos templos (na viagem toda) que nem tem muita necessidade?
    Nós gostamos muito, foi lá que vimos mais monges andando pelas ruas e rezando nos templos.

    8- E o mercado flutuante, vale o passeio? (ou é só pega turista?)
    É bem pega turista no horário de pico, mas nós conseguimos ver a essência dele indo para a cidade um dia antes e visitando os canais em um barco só para nós dois e antes dos turistas chegarem. As 9hs começam a chegar os ônibus de Bangkok

    10- Taxis e tuk-tuks, eis a questão? (taxi: combinar preço antes ou ir com taxímetro ligado? Mas no geral quero usar muito o trem, metrô e barco)
    Combinar o preço antes, dizer claramente onde quer ir, mostrando um mapa e dizendo que se levar para outro lugar você não vai pagar pela corrida. 99% dos taxis e tuk tuks estavam com o taximetro 'quebrado'

    ResponderExcluir
  20. Você tem algum interesse especial por Hong Kong? Se não tiver, o Vietnã é fantástico também, poderia trocar...

    ResponderExcluir
  21. Agora mesmo estou no sudoeste asiático curtindo a minha viagem! Voltarei aqui para pegar as dicas dos outros lugares que ainda não fui! Heheh..

    Bangkok - o metrô e os barcos estilo táxi dos canais são ótimas opções de transporte. Eu particularmente prefiro evitar os tuk-tuks e táxis. (Acho que fiquei traumatizada depois de tanto tempo na China.. hehe)

    Vale a pena visitar o mercado flutuante! É super bacana! Eu peguei um tour de uma manhã com albergue que fiquei. É claro que tem o espirito pega turista, além do mercado flutuante te levam para atrações bizarras e joalherias, mas obviamente, você não precisa comprar coisa alguma.

    Siem Reap - Dá para ver Angkor Wat, Bayon e o Tomb Raider em um dia, e até mais. Eles chamam de "pequeno circuito". Como comentaram alí em cima, o templo das mulheres, que fica super longe, vale muito a pena também. Enfim, é difícil dizer. Comprei o ingresso para 3 dias e achei que valeu super a pena, e que não foi templos demais.. Todos são imperdíveis! Heheh..

    Se vocês só tem um dia para visitar os templos, nem considerem ir de Bike. Principalmente porque você não pode perder o nascer do sol em Angkor Wat!

    Comida de rua? Eu não lembro de ter visto muito em Siem Reap. Mas depois de um episódio no Vietnã, nunca mais como comida de rua - apesar de eu adorar a comida dos locais! Heheh..
    O que não falta é restaurantes em Siem Reap! Vá ao old Market e escolha qualquer um que sirva comida khmer. Experimente a salada de manga, o amok, e os fresh spring rolls, e os chopp Anchor de 50 cents!

    Macau - você pode só entrar para dar uma olhada nos cassinos.
    Uma coisa legal para se fazer é o bungee jump! Macau tem a torre mais alta do mundo! Hahah..

    Hong Kong - Acho que do lado de Kowloon tem mais o que se fazer. Mas não importa muito o lado que você ficar, contanto que não seja muito longe da estação central. Dá para pegar o barco para atravessar a ilha de um lado para o outro por apenas 2HKD!

    Vale a pena pegar o Big Bus Tour. Tem o melhor da cidade em 24 horas: a praia de Stanley, a vista do The Peak, passeio de barco em Aberdeen, e um tour pela cidade a noite, que termina na rua das estrelas - bom lugar para se ver o show de luzes.

    Lugares para se fazer compras é o que não falta em HK. Todos as saídas de metrô dão em algum shopping. O lugar que mais gosto é o Times Square, em Causeway Bay. Tem de tudo lá.

    No geral, é isso.
    Espero que faça uma ótima viagem! =)
    Estou fazendo relatos da minha viagem no meu blog também: www.joanitas.com


    ResponderExcluir
  22. Oi Anna! Me conta então alguns dos seus pontos/preferencias que acha mais interessante ver em Bangkok.

    Já vi que o mercado flutuante divide opiniões, uns gostam outros não... mas realmente se for gastar muito tempo (pois sei que é meio longe), tipo uma manhã ou tarde inteiraaaa talvez eu opte por não ir.
    É demorado ir e voltar?

    ResponderExcluir
  23. OI Douglas!

    Sobre Hong Kong gostaria de conhecer sim, sentir um pouquinho da China embora lá tenha muita influência britânica. Já tá fixo na viagem, pois minha passagem volta por lá. Tb quero ir para conhecer Macau, logo ao lado!! E deve ser bacana, pois já vi 3 blogueiros diferentes dizendo que Hong Kong seria uma opção de cidade que eles morariam, então quero conferir o que tem de tão especial por lá. ;-)
    Já Vietnã confesso que neste momento não tenho muito interesse nem me parece tão atrativo não.... fica pra uma outra hora!

    ResponderExcluir
  24. Obrigada pelas tantas dicas Anita, e bem vinda ao blog! :)

    Já anotei as sugestões de pratos no Camboja, e tb gostei bastante das dicas de Hong Kong também. Ah, tô indo lá dar um pulo para conhecer seu blog. Bjo e boa viagem pra vc!

    ResponderExcluir
  25. Simone, o mercado flutuante com o Tiger Temple vai o dia inteiro. Só o mercado vai uma manhã inteira. Você vai chegar em Bangkok por volta das 14 hs. Se fosse para escolher, eu iria para Ayutthaya ou Sukothai nesse dia.
    No Camboja, durante a noite e muito próximo a Pub Street, tem uma rua de restaurantes ao ar livre. Vale muito a pena comer lá. Você fica com o pé atrás, mas a comida é deliciosa e muito barata. Você paga U$1,50 por um amok, U$1,25 por frango com abacaxi. Jantei em quase todos os restaurantes da Pub Street e gostei mais dos restaurantes dessa rua.
    Outra coisa - tem um curso de culinária que custa U$10 em Siem Reap. Fica em cima do restaurante Cambodian Soup. Se tiver com tempo sobrando, vale a pena.
    Massagem lá custa U$1,00 por 15 minutos. Encontrei lugares dentro do mercado noturno que faziam massagem nos pés por U$1,00 mas 20 minutos. Vale a pena fazer a massagem!
    Leve uma lanterna para o amanhecer lá em Angkor Wat.
    Nos mercados de Siem Reap, existem umas bolsas lindíssimas de seda. Vale a pena barganhar bastante e trazer essas bolsas pois são lindas, ótima sugestão de presente e barganhando bem, custam U$4-U$5.

    ResponderExcluir
  26. Vamos lá, vou dar as minhas dicas:

    Bangkok

    Turismo- Chinatown e Little India são fracas, não vi nada demais lá.
    Me hospedei no Bayoke Hotel, que era (ou é) o mais alto prédio da cidade. A vista era linda, o hotel mediano.

    Transporte- pegamos táxi indicado pelo hotel, e fechamos com ele um dia todo. Foi bacana. Daí contratamos ele para nos levar para o Mercado Flutuante e na falada Ponte, mas nunca chegamos a vê-la porque ja vou te dar uma SUPER dica: quem ENTENDE inglês, não LÊ inglês, e Bridge pode soar Beach aos ouvidos de um tailândes. Descobrimos isto ao chegar na praia, depois de fazer o passeio do Mercado Flutuante. heheh
    Usei tuk-tuk e tive sorte, não precisei me estressar com "desvios" de caminho.

    Mercado Flutuante- é turisticão mesmo, mas eu acho que vale a pena, na hora eu pensei que roubada, mas faz parte da minha memória quando lembro da Tailândia. Não fomos como as excursões, e pegamos um barco de um conhecido dele, que nos levou até lá. Foi bacaninha e faria de novo.

    Hospedagem- eu não ficaria na Khao San Road, e honestamente, nem perderia meu tempo indo naquela região.

    ResponderExcluir
  27. Camboja

    Eu achei a cidade super segura, e a melhor rua para comer era a Pub Street, mas tinham vários restaurantes pé-sujos que entramos, pagamos uma ninharia e comemos muito bem, sem nem saber o que estávamos pedindo, isto na rua principal, mesmo.

    Guia- eu já indiquei o Sim, http://www.angkor-tourguide.com/ não me lembro valores, acho que era algo em torno de 20-25 dólares por dia, e mais o carro com ar-condicionado e motorista, que ele nos arrumou. Sério, é quente, vc vai agradecer aos deuses por não ter economizado e ido de tuk-tuk ao sair dos templos e ter um carro te esperando. Para fazer vários templos, o carro é o mais indicado.
    Bicicleta- não indico. Motivo: calor + longe + calor + poeira + calor + perda de tempo + calor + sem guia.

    ResponderExcluir
  28. Obrigada Carina!
    Sobre a questão de falarem inglês (ou não!) na Tailândia já li muita gente falando a respeito, parece que nem no setor de hotelaria eles entendem e falam direito. Já vou me preparando para muita mímica e de repente até um tradutor no celular, será que funciona? hehehe (e anotar as palavras básicas do local, que é sempre bom tb)

    ResponderExcluir
  29. Oi Si... vou dar meus pitacos também ta!?
    Lá vai:

    1-Onde ver um pôr-do-sol bonito?
    - Se quer um por do sol legal fique em um hotel perto do Chao Phraya River, o meu quarto dava de frente para o rio e todos foram lindos e inesquecíveis...

    2- Lugares bacanas para visitar ou ir a 2 à noite?
    - Não deixe de ir em um Rooftop Bar, nós jantamos no Sirocco e foi incrível. Comida e atendimento muito bons, apesar de caro e tem uma vista linda da cidade. Mas reserve com pelo menos 1 dia de antecedência. A região de Siam é bem movimentada a noite, cheia de bares e gente a noite andando. Gostei mais do que ficar enfurnada em um shopping...

    4- Jóia escondida? (local imperdível mas não muito visitado/conhecido)
    - É dificil algo que não seja extremamente explorado em Bangkok... mas o Chatuchak Weekend Market foi algo que surpreendeu. Adorei!!!
    Além disso passeie pelas ruas e entre nos templos menores e não famosos lá você verá a religião deles de verdade.

    5- Viewpoints e locais para ver a cidade de cima?
    - Os Rooftops bares e os hoteis mais altos e pertos do rio

    7- Ir até Ayuttaya vale mesmo a pena ou já vamos ver tantos templos (na viagem toda) que nem tem muita necessidade?
    - Sim vale muito a pena. As ruínas e a história da cidade são incríveis e como alguém já comentou acima é muito mais cultural do que os templos de Bangkok.

    8- E o mercado flutuante, vale o passeio? (ou é só pega turista?)
    - É pega turista, mas é possível sentir um pouco de como alguns tailandeses ainda vivem.

    9- melhor hotel quase ao lado da Khao San Road, ou no bairro de Sukhumvit perto do parque Benjakiti e numa junção super bem servida de metrôs e trens (Asok Station)?
    - Eu nem cheguei perto da Khao San Road, acho que é uma rua muito movimentada e eu queria mais tranquilidade e romantismo, além do que tudo naquela região é mais pega turista e pega mochileiro. Não é minha praia. Região de Siam é muito mais legal...
    Eu particularmente indicaria pegar um hotel perto do rio.. pois será perto dos metrôs e na grande maioria dos templos irá de barco que é mais rápido, prático e sem trânsito. A maioria dos lugares que você irá visitar provavelmente estará perto do rio, então para que se hospedar longe dele?

    10- Taxis e tuk-tuks, eis a questão? (taxi: combinar preço antes ou ir com taxímetro ligado? Mas no geral quero usar muito o trem, metrô e barco)
    - Se usar taxi SEMPRE com taxímetro ligado, a não ser que você pague por um dia inteiro de passeio com o taxi (como por exemplo Ayutthaya) ai combine antes o preço. Acredite sempre será muito mais barato com o taximetro ligado. Porém cuide muito com o taxi que for pegar... Só pegue taxis indicados por hoteis, restaurantes e lugares confiáveis. Nunca pegue nem taxi, nem tuk tuk na rua sem indicação (mais um motivo para se hospedar perto do rio)

    KOH PHI PHI:
    Koh Phi Phi é para aproveitar a praia, as ilhas e os mergulhos.... Não tem como fugir disso e deixar de aproveitar uma praia ou ilha para ir visitar templos e museus depois de ter ido a Bangkok, Ayutthaya e Camboja é besteira na minha opinião.
    Fique por lá 2 ou 3 dias inteiros, assim não vai enjoar e conseguirá visitar os lugares mais lindos das ilhas.

    Espero ter ajudado...
    Beijos
    Cris

    ResponderExcluir
  30. OI Cris! Obrigada por compartilhar sua experiências! Gostei da idéia do rooftop bar, para curtir a noite e ainda ter uma vista linda. Mas é caro quanto em média? Caro para padrões brasileiros ou da Tailândia?

    Já li nos seus posts a questão de estar perto do rio e acho super válido, pois é um dos transportes que mais quero usar (sem transito, diferente e visual bonito!).

    Esse hotel que comentei não é bem na Khao San Road, mas numa ruazinha próxima a ela, e fica a menos de 2 quadras do rio e de uma estação de ferry, por isso que tô achando o local interessante (e não pela muvuca noturna da Khao S.R em si). Afinal, dali dá para até ir a pé aos templos principais se quiser! Mas vou checar essa área de Siam que comentou. ;-)

    ResponderExcluir
  31. SIEM RIEP, em 2008 cidade muito segura, mesmo para mulheres viajando sozinhas. Porém valem as precauções de sempre (cadeado na mala nos transportes, no hotel...)

    Tailândia: um dos países mais turísticos do sudeste asiático. Um dos destinos preferidos dos europeus, e um dos mais baratos. Assim, nas cidades turísticas e locais turístios é bem fácil se comunicar, quanto a isso não precisa se preocupar.

    ResponderExcluir
  32. Vamos lá:

    BANGKOK
    1-Onde ver um pôr-do-sol bonito?
    Se puder gastar um pouquinho mais com drinks, eu recomendo o Vertigo, fui em 2010 e era O lugar para ver o por-do-sol e a noite cair. Fica no rooftop do Banyan Tree Hotel http://www.mikix.com/bangkok-extra-extra/

    7- Ir até Ayuttaya vale mesmo a pena ou já vamos ver tantos templos (na viagem toda) que nem tem muita necessidade?
    Eu gostei bastante de Ayuttaya, mas não chega perto dos templos do Camboja, aliás, se decidir ir pra lá, passe no palacio de verão no caminho, é bem diferente e eu curti muito.

    8- E o mercado flutuante, vale o passeio? (ou é só pega turista?)
    Eu gostei do mercado flutuante mesmo saber que era super turistico (inclusive entre os locais). Nosso passeio incluia o mercado flutuante, a ponte do rio kwai e o templo dos tigres... EVITE a todo custo o templo do tigres, isso sim é SUPER pega turistivo, foge de tudo que o budismo prega e até os locais odeiam o lugar eheheh... Tente chegar bem cedo no mercado flutuante para não pegar congestionamento na ida e na volta (só peguei na volta), mas se optar por ir cedo no mercado, vai perder aquele lance do trem e do mercado normal, sabe? Tem que pesar o que prefere :)

    KRABI
    Fora da praia em si e mergulhos, o que mais tem de interessante para ver e fazer?
    A praia de Krabi eu achei bem fraquinha, as praias dos passeios são mais legais, mas vá esperando a torcida do flamengo junto, ok? O mais legal do mar da Tailandia não são as praias e sim as formações rochosas, se eu tivesse ido com isso em mente, teria curtido ainda mais.
    E vai esperando ver vários caras com prostitutas em quase todos os restaurantes, eu fiquei tão frustada com isso... meio ridiculo.

    CAMBOJA:
    SIEM RIEP/ANGKOR WAT – 2 dias
    Só 2 dias??? Fica pelo menos mais um... eu AMEI o camboja... mas enfim...
    1- Segurança na cidade?
    Se você só ficar na região da Pub St e dos hoteis não tem erro, eu não me senti em nenhum momento com medo e meu hotel era uns 6 quarteirões da Pub St. Ia lá toda noite jantar e no worries.
    2- Sugestões de comida/restaurante?
    Tudo lá tem lemon grass, eu comi num restaurante bem gostoso.
    Na pub street eu comi no Cambodian BBQ Restaurant e adorei. É um churrasquinho que depois vira sopa, muito bom!!!
    3- Quem recomenda um bom guia turístico ou agência? (preços?)
    Está tudo aqui: http://www.mikix.com/como-encontrar-um-guia-em-angkor/
    4- Dá tempo de ver o templo principal (Angkor Wat) + aquele das faces + aquele das raízes das árvores (abaixo) em 1 dia? Qual outro templo seria imperdível?
    Leia esse post até o final: http://www.mikix.com/angkor-meus-templos-favoritos/ tem a rota vermelha e verde que pode te ajudar a montar o roteiro de 2 dias.
    5- Visitar Angkor de bike pode ser uma boa pedida mesmo? (por causa do sol e maior desgaste físico - somos quase sedentários! => embora passeamos de bike um dia inteiro Galápagos, e lá era um calorão também) Desvantagem: não teremos guia.
    Eu não iria, achei longe o caminho de Siem Reap e os templos ... sem contar que se fica comendo poeira no meio do caminho. Mas tem quem goste... eu ficaria no tuk-tuk e carro se decidir ir a templos mais afastados.

    MACAU – 1 dia
    Alguém sabe como funcionam os cassinos de lá? Tem opção pra quem não quer gastar praticamente nada, só dar uma olhada como funciona e se divertir um pouco?
    É como Las Vegas, você entra lá pra passear e beleza, não precisa gastar.Escrevi sobre nosso dia em Macau aqui: http://www.mikix.com/um-dia-perfeitinho-em-macau-bate-e-volta-de-hong-kong/



    ResponderExcluir
  33. Legal Mirella, quantas dicas!

    Eu já tinha até salvo o mapinha com as rotas de templos no Camboja (verde e vermelha) que vc colocou. Só fiquei com uma dúvida: de modo geral, dá para fazer 1 rotas dessas inteira por dia? (1 dia para a verde e 1 dia para a vermelha? )

    Bjo e obrigada! :-)

    ResponderExcluir
  34. 7- Ir até Ayuttaya vale mesmo a pena ou já vamos ver tantos templos (na viagem toda) que nem tem muita necessidade?

    Ayuttaya é completamente diferente. Amei demais, acho que vale muito a visita.

    Não gostei do mercado flutuante, bem descaracterizado. Recomendo em Bancoc o Navalai hotel, maravilhoso.


    Tour para o Golden Triangle: alguém já foi? É bonito e vale a pena mesmo?

    Gostei bastante. Fiz um tour que incluía o Golden triangle, Chiang Rai e a tribo long neck. Ficou cansativo, mas achei que valeu a pena. Ainda mais se tem pouco tempo. Acho válido ir na Long neck, embora pareça mesmo um zoo humano, é uma experiência diferente.

    Recomendo muito o Doi Inthanon, é incrível.

    ResponderExcluir
  35. Oi Si!

    Nossa, faz tanto tempo que fui pra Tailândia que acho que minhas dicas devem estar bem defasadas... risos. Inclusive, como fui antes do Tsunami, segundo um amigo meu que foi ha uns anos atras, nem os hoteis que eu indiquei existiam mais :(

    Como fomos no melhor estilo mochilão, na época não tivemos certos prazeres que hoje faria com certeza. Em nenhum momento comemos em lugares legais, o negócio mesmo era comer barato então a rua foi nosso restaurante em todo o tempo que tivemos lá.

    Em Bangkok, além dos templos (que são todos lindos), fomos na feira Chatuchak, que digamos, que é diferente de se fazer, mas... já viu... um conglomerado de gente e muita coisa esquisita para comprar. Porem geralmente é nesses lugares que compramos aquele souvenir exclusivo.

    Sobre as ilhas, Phi Phi é a mais linda de todas, eu fiz o passeio de barco que cincunda a ilha toda, que vale a pena. As paisagens são lindas.

    Tambem estivemos em Koh Samui, que eu gostei bastante, é uma ilha maior, com mais atrativos turisticos...Porem, como fui antes do tsunami, provavelmente muita coisa deve ter mudado por lá tambem...

    Mas digo uma coisa, Tailandia é um lugar encantador. Você vai amar o passeio com certeza e quem sabe o novo viajante não vem Made in Thai ? :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  36. Entendi Carol, achei que vc tinha ido mais recente até, mas obrigada também!

    Quanto ao novo baby viajante, quem sabe um Made in Thai ou até um ORIGINAL Made in China!! hehehe Aí sim vai ficar com o "pézinho" ainda mais no Oriente, pois metade já vai ser de qualquer jeito! ;-)

    ResponderExcluir
  37. Simone, antes de tudo, parabéns pela ideia do post colaborativo. GENIAL!!!

    Tailândia:

    - Sobre o transporte: viagens noturnas (e enormes) em onibus ou trem valem a pena?
    -- Concordo com quem disse: “Se tiver dinheiro, voe”. Apesar de haver boas estradas e ser muito fácil utilizar os trens, ônibus e vans, ainda mais com os combinados conhecidos como “joint tickets”, não é muito confortável devido às grandes distâncias. Ainda mais quando o destino final é uma ilha, pois as viagens demoram mais devido aos barcos. Eu não voei nenhuma vez, mas estava com orçamento restrito, mas estou acostumado com perrengues.

    - Onde ver tigres de pertinho e interagir? (tirando aqueles do monastério - Tiger Temple - que parecem dopados...)
    -- Fui no Templo de Chiang Mai. Não sei se os tigres são dopados, pelo menos não senti isso com os pequenininhos...achei bem divertido.


    Bangkok:
    - Lugares bacanas para visitar ou ir a 2 à noite?
    -- Uma das ruazinhas perto da Khao San Road, é cheia de restaurantes, cadeiras de massagem na rua, barzinhos...um clima bem gostoso, ideal para passeios de casal.

    - Ir até Ayuttaya vale mesmo a pena ou já vamos ver tantos templos (na viagem toda) que nem tem muita necessidade?
    -- Achei os templos incríveis, mas muitos deles bem lotados. Dizem que tem um passeio de barco para Ayuttaya. Acho que pode valer a pena por ser algo diferente.

    - Taxis e tuk-tuks, eis a questão? (taxi: combinar preço antes ou ir com taxímetro ligado? Mas no geral quero usar muito o trem, metrô e barco)
    -- Tenho um post sobre isso, aquele mesmo que você comentou lá no blog.


    Chiang Mai:
    - Não deixe de conhecer o templo dourado (Wat Phra That Doi Suthep). Fica fora da cidade, lá em cima da montanha. É um dos templos mais bonitos da Tailândia, atrás apenas do templo branco em Chiang Rai.


    Railay Beach:
    - Pra mim é um dos lugares mais bonitos da Ásia. Não deixe de fazer escalada, pois as vistas são impressionantes . A trilha pra lagoa secreta também é show.


    Phi Phi Island:
    - Não recomendo o passeio diurno para Maya Bay, é muito lotado. Se tiver a chance, tem um passeio para passar a noite e acampar por lá. Se topar a aventura, terá aquele paraíso só pra você. É um dos poucos lugares onde ainda é possível nadar com plâncton luminoso.
    - Não perca o por-do-sol no view point. A subida é cansativa, leve água e repelente, mas a vista é a melhor da ilha.

    ResponderExcluir
  38. Olá Guilherme! Obrigada pela super interação aqui! :)

    Gostei muito da idéia de ir até Ayuttaya de barco, vou pesquisar se tem isso mesmo, seria uma ótima opção.

    Quanto a RAYLAY BEACH, inseri na lista após ler seus posts das melhores praias Tailândia, pois achei realmente bonito! #inspiração

    ResponderExcluir
  39. Camboja:

    - Segurança na cidade? (soube de um caso meio escabroso e fiquei insegura)
    -- Não vi nada de estranho. Claro que nunca é recomendável caminhar a noite em lugares desconhecidos.

    - Sugestões de comida/restaurante? (vou comer a comida de rua... mas qual prato?) ;-)
    -- O centro de Siem Riap é cheio de restaurantes, bares e feirinhas noturnas. Não deixe de provar o “Cambodian Barbecue”. São vários tipos de carne; cobra, crocodilo, avestruz e várias outras. A melhor é de canguru. Embaixo fica um recipiente com água, para cozinhar os legumes e formar uma sopa. O caldo das carnes deixa um gostinho muito bom.

    - Quem recomenda um bom guia turístico ou agência? (preços?)
    -- Seu hotel certamente possui um tour. O preço é de 10 a 20 dólares para visitar Angkor Wat numa van com ar-condicionado e guia turístico.

    - Dá tempo de ver o templo principal (Angkor Wat) + aquele das faces + aquele das raízes das árvores (abaixo) em 1 dia? Qual outro templo seria imperdível?
    -- Dá tempo sim.

    - Visitar Angkor de bike pode ser uma boa pedida mesmo? (por causa do sol e maior desgaste físico - somos quase sedentários! => embora passeamos de bike um dia inteiro Galápagos, e lá era um calorão também) Desvantagem: não teremos guia.
    -- Não fiz de bike, mas adoraria ter feito, acho que vale sim. Porém, você irá pedalar bastante e se quiser ver o sol nascendo, o que você tem que fazer de qualquer jeito, terá que acordar ainda mais cedo. Outra, você irá subir e descer nos templos o dia inteiro, o que é bem cansativo. O que recomendo é pegar dois moto-taxis...são bem mais rápidos que o tuk-tuk. É possível contratar um guia em cada templo.

    - Atravessar fronteira Tailândia-Camboja: recomendação de empresa confiável? (pretendo fazer o esquema bus + táxi compartilhado)
    -- Utilizei a Stray Asia, não tive problemas.

    ResponderExcluir
  40. Postando abaixo em nome do Oscar do www.mauoscar.com, pois ele não conseguiu enviar seus comentários por aqui (deu algum problema, se outros tiveram me avisem tb!).

    Dicas enviadas pelo Oscar: (muito obrigada por participar!) :)

    "Si, vamos lá.. Vou responder na medida do possível. Já fazem mais de 4 anos que visitei muitos desses destinos e muita coisa pode ter mudado desde então..

    BANGKOK
    1-Onde ver um pôr-do-sol bonito?
    Bem em BKK um lugar que vale a pena passar um final de tarde/anoitecer é num dos Rooftop bars existentes por lá.. preferencialmente naqueles as margens do Chao Phraya River.. Se não estou enganado o nome do mais badalado naquela época era o Sky Bar no State Tower um dos prédios mais altos da cidade

    2- Lugares bacanas para visitar ou ir a 2 à noite?

    A noite existem vários Night Markets na cidade os nomes eu já não lembro de cabeça.. Mas minha dica é depois de caminhar o dia todo, aproveita para fazer uma foot massage de uns 45 minutos.. é baratinho e super relaxante... E como na resposta acima os rooftop bars

    3- Parque, reserva, ou local de beleza natural e fauna?

    Não tive tempo para explorar.. Em 4 dias você vai ter o que fazer... Não se preocupe

    4- Jóia escondida? (local imperdível mas não muito visitado/conhecido)

    Dusit Palace.. Um palácio em estilo europeu que tem uma coleção super interessante de objetos e presentes reais.. pena que não pode fotografar

    5- Viewpoints e locais para ver a cidade de cima?

    Sky Bar ou outro roof top bar bacana

    6- Bairros legais para bater perna?

    Tem vários lugares legais para conhecer mas Bangkok não é lá dos lugares mais seguros.. A cidade é muito legal mas das que visitei na Ásia foi a que tive maior sensação de insegurança.. Nada comparado ao Brasil.
    Agora lembrar dos nomes depois de 4 anos.. Mas o bairro ao redor do palácio é bem legal...

    7- Ir até Ayuttaya vale mesmo a pena ou já vamos ver tantos templos (na viagem toda) que nem tem muita necessidade?

    Não fomos

    8- E o mercado flutuante, vale o passeio? (ou é só pega turista?)
    Não fomos e como todo mundo diz que é pega turista não quis pagar para ver

    9- melhor hotel quase ao lado da Khao San Road, ou no bairro de Sukhumvit perto do parque Benjakiti e numa junção super bem servida de metrôs e trens (Asok Station)?
    Nós ficamos no Ramada Riverside as margens do Chao Phraya River e o hotel possuía shuttle boat até um terminal de onde partiam outros barcos e tinha conexão com o metro.. Digamos bem conveniente visto que o transito nas ruas é bem caótico e você chega ao palácio real pelo rio bem fácil

    10- Taxis e tuk-tuks, eis a questão?
    Cuidado com os taxistas de Bangkok.. Só entre se ele topar ir com taxímetro ligado isso foi a parte que menos gostei de Bangkok.. Se conseguir prefira o metro e o barco.. Para Tuk tuk eu acho BKK com muito transito,muito poluída e quente.



    KRABI + PHI PHI
    Melhores points para snorkelling?

    O snorkel lá não foi grande coisa.. Bem faziam 4 anos que tinha acontecido o Tsunami e os corais estavam bem danificados.. Talvez agora a coisa esteja melhor.. Mas não tenho nenhum lugar específico para indicar

    Fora da praia em si e mergulhos, o que mais tem de interessante para ver e fazer?
    Comer.. Cozinha Tailandesa é minha favorita na Ásia"


    ... continua no próximo comentário...

    ResponderExcluir
  41. Mais dicas do Oscar do www.mauoscar.com abaixo! (thanks!!)


    "CAMBOJA: SIEM RIEP/ANGKOR WAT

    Segurança na cidade?
    Achei a cidade segura.. para nós que somos do Brasil tiramos de letra

    Sugestões de comida/restaurante?
    Na região do centro (Old French Quarter) você encontra vários restaurante.. Não deixe de experimentar o Khmer Bbq..

    Quem recomenda um bom guia turístico ou agência? (preços?)
    A Mirella tem um que ela sempre indicou.. Acho que a Carla utilizou o serviço dele na VAM tb

    Dá tempo de ver o templo principal (Angkor Wat) + aquele das faces + aquele das raízes das árvores (abaixo) em 1 dia?

    Dá até dá.. Mas vai ser muito corrido.. Chegue cedo para o nascer do Sol no Angkor Wat.. Depois vá para Bayon(templo das faces) e Angkor Thom.
    Deixe o templo das raízes (Ta Phrom) se possível para o dia seguinte pela manha.. Tente cehgar antes das 08:30 09:00 para não estar muito cheio...

    Visitar Angkor de bike pode ser uma boa pedida mesmo?
    Não faria de bike não.. Muito quente poeira e o tuk tuk é tão baratinho.. se for visitar os templos mais longe do circuito longo recomendo carro com ar condicionado


    MALÁSIA: KUALA LUMPUR

    Subir na Petronas ou Menara Tower?

    Eu subi na Petronas e não achei nada de mais uma vez que você não sobe até o topo.. Se voltasse a KL iria na Menara pois de lá vc terá vista para Petronas


    ChinaTown ou Little India, o que é mais bacana e interessante?

    Não achei Chinatown e Little India de KL tão legais assim.. Invista o tempo para ir até Batu Caves


    Comida típica e gostosa da malásia para experimentar?

    Hummm Cozinha Malaia esta alí pau a pau com a tailandesa.. Se você curte curries.. aproveite.. Meus pratos favoritos são o Beef Rendang, o Roti Canai, Chaw Kuow Teow e de aperitivo o Chicken Saty e de sobremesa o Potong (Picolé de milho verde)


    Lojinhas de artigos de design e decoração para casa?

    Ao lado da Merdeka Square tem um mercado bem bacana


    HONG KONG
    Ficar na parte de Koowlon ou na ilha de Hong Kong mesmo?
    Eu ficaria em HK mesmo

    Lugar legal para ficar vendo o show de luzes dos prédios à noite?

    Só atravessar a Victoria Harbor que todo o outro lado tem vista para o show.. De preferencia vá no dia das apresentações em inglês para não viajar tanto :P

    Onde comprar eletrônicos? (preço bom e sem risco de ser falsificado)
    Compravamos em Cingapura que era mais seguro

    Além do Buda gigante, o que mais tem para fazer e ver na ilha de Lantau? (vale a pena considerando que temos só 3 dias na cidade?)

    O Buda Gigante vale muito a pena... Se interessar no caminho para lá tem a Disney HK.. Não visitamos por conta do mau tempo.. Mas dizem que é muito infantil.. Por aqueles lados também existem umas praias mas não chegamos a ir pois tempo estava ruim ai não sei se valem a pena ou não."

    ResponderExcluir
  42. Rogério30/1/13

    Matéria muito interessante! Sou apaixonado por essa região e adoro a cultura e a culinária asiática. Passei cerca de 6 meses nessa região durante o meu intercâmbio na China onde eu participei de um curso de chinês em Pequim e foi uma experiência cultural bastante interessante. Eu estudei na escola de idiomas Sprachcaffe Languages Plus pertinho do ponto turístico da Cidade Proibida, e gostei demais. Recomendo uma viagem ao sudeste asiático e principalmente à China bem como a escola de idiomas onde tomei minhas aulas de chinês, segue a dica ao lado http://www.sprachcaffe.com/portuguese/study_abroad/language_schools/peking/main.htm

    ResponderExcluir
  43. OK, até sei (ou desconfio) que o comentário acima seja publicidade disfarçada, mas dessa vez resolvi deixar passar e publicar, para o caso de algum leitor que eventualmente esteja procurando info sobre curso de idiomas por lá. (não sei se é bom, não conheço o curso, mas de repente é uma opção para olhar e considerar). ;-)

    ResponderExcluir
  44. Anônimo28/3/13

    HONG KONG VALE MUITO A PENA VISITAR.
    Já visitei várias vezes por motivos de trabalho, visto e passeios curtos.
    Pra comecar, se precisa ir pra China, passe em HK primeiro, o visto pra Brasileiros é mais rápido, prático, barato e sem complicacao nenhuma. Tenho um contato que utilizo há anos, que vc só entrega seu passaporte pra um agente de viagem e ele faz seu visto da China de quantas entradas e meses vc precisar, até um ano.Nenhum documento é necessário somente seu passaporte.
    A Avenida das Estrelas é linda, assistir o show de luzes dela garante fotos lindas e uma percepcao incrivel de como a cidade é tomada de arranha-ceus e tecnologia. Para se divertir em Parque e ver o urso Panda caso nao va pra China, o Ocean Park é bem legal.
    A entrada gira em torno de 190 HKD e é um parque de diversoes de frente pro mar.
    Restaurantes com comida boa e barata, quase um fast food, indico o spaghetti house(muito bom) e a rede Japonesa Yashinoya, tem em todos os bairros.
    Pra se comprar Eletronicos, na Asia é o local mais barato e seguro, assim como em Singapura.
    Em Hk compre em MongKok ou Wanchai.
    A opcao de transporte pra ver a cidade melhor seriam os bondes, custando apenas 2 HKD. Ou o metro que sai mais caro, mas caso vc tenha pressa de visitar varios pontos é o melhor. As praias nao sao muito legais, mas a Repulse Bay é bem diferente, ja que possui dezenas de estatuas, budas, objetos e arquitetura bem colorida e Chinesa.
    Enfim Hk pra mim é uma parada pra compras, lá sempre se encontra boas opcoes, todas as lojas de departamento, grifes internacionais e ainda feiras de todos os tipos. Eletronicos sao o ponto forte.
    Todos falam ingles, sao muito simpaticos e prestativos, bem diferente da China.
    Como estou sempre de passagem pela cidade por conta de vistos ou trabalho, pude conhecer apenas um pouco, ja que sempre vou e volto de HK pra outra cidade da China.
    Espero que tenha ajudado com alguma dica.

    ResponderExcluir
  45. Ótimas dicas, dá uma boa base para quem está indo para HK pela primeira vez, obrigada!
    Agora já viajamos para lá e também gostamos muito. Concordo que é um local para compras, pois os preços são muito acessíveis.
    O que achei bem interessante foi observar a própria dinâmica e vai-e-vem das pessoas pelas ruas.

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Página inicial item

Pesquisar no blog

Loja Viagema

Reserve seu Hotel

Celular no Exterior

PARA QUEM AMA VIAJAR

RECEBA NOSSOS POSTS

Curta no Facebook

Leia Também