Loading...

Uma outra opção de hospedagem

Para quem não sabe, nem só de hotel em hotel vive o viajante! Existem várias outras formas e lugares para se hospedar durante uma viagem, como albergues, hostels, bed&breakfasts, couchsurfing (de graça!) e o aluguel de apartamento ou casa, uma experiência que já passamos por 2 vezes no exterior e que funciona muito bem, além de ser mais econômica em muitos casos.

Aqui no Brasil o aluguel para temporada é muito comum nas regiões litorâneas, onde proprietários de casas e apartamentos colocam seu imóvel à disposição para aluguel na alta ou na baixa temporada, quando não estão por lá. Já outros investem em imóveis só com esta finalidade é claro. É uma opção bacana, mas que como qualquer coisa tem seus prós e contras.

Os pontos positivos da experiência:
- uma “casa” completinha só para você, com liberdade total de uso e horários.
- mais espaço do que um quarto de hotel.
- possibilidade de cozinhar, o que pode ser benéfico se tiver crianças pequenas, se tiver exigências nutricionais especificas e mesmo para economizar, já que sai quase sempre mais barato do que comer fora.
- ideal para famílias maiores ou grupos, pelo espaço e autonomia.
- economia.

As desvantagens:
- não tem café-da-manhã farto e prontinho.
- não tem serviço de quarto, quem faz a limpeza é você (alguns locais disponibilizam faxineiras, mas é preciso entrar num acordo antes e pagar em separado por ela).
- não tem recepção para lhe fornecer informações e assessoria caso necessário.
- nem sempre locam para poucos dias, a maioria prefere disponibilizar para estadias a partir de 5 dias, 1 semana ou mais (exceção:feriados), porém varia muito e vale a pena entrar em contato diretamente para checar as possibilidades.

Para realizar um aluguel por temporada é preciso contactar diretamente com o proprietário do local que lhe interessa, ou buscar em sites que aglomerem várias opções de imóveis. Esta é a forma mais fácil de pesquisar e achar algo que goste, pois uma das opções deve preencher suas necessidades, e você não gasta muito tempo procurando.

Dois locais que ficamos em apartamento alugado ao invés de hotel foram: Buenos Aires e Bruxelas. Tudo funcionou direitinho, deste contrato até a arrumação (as fotos mostradas correspondiam exatamente  ao local quando chegamos), e a sensação é bacana pela informalidade, pois após alguns dias a gente já se sente em casa! Como sabemos que ninguém vai entrar no quarto para arrumar diariamente, a gente “se espalha” mais e deixa as coisas à vista sem restrições. Já comentei uma dessas experiências no post Hospedagem (Bruxelas), e foi uma pena enorme só ficarmos lá 1 dia, pois adoramos tudo! 

Em Bruxelas, tudo ainda arrumado...
 
 ... e nossa bagunça no apartamento em BA


MAS ATENÇÃO...
Cuidados ao se tomar:
- verificar se o locador ou site é idôneo
- verificar se existe um contrato especificando as regras e os valores
- se não mostram fotos do local, ou as fotos são tipo “zoom” de um cantinho ou só de um móvel...fique esperto! Se não aparece o ambiente inteiro talvez seja porque o local não é muito agradável (já caí nessa!).
- fique atento à região do imóvel, se é segura e perto do seu ponto de interesse. Afinal para quem quer ir a praia não adianta ficar 10Km longe da costa né? Mesma coisa para uma cidade cujos atrativos todos se concentrem no centro histórico... melhor ficar ali dentro ou ao redor, assim evita deslocamento de ida-e-volta a toda hora, e a consequente perda de tempo e $ com isso!


E aí, que tal a dica? Avalie os prós e contras e veja se esta opção se encaixa nos seus planos de viagem. Como até agora só tive boas experiências RECOMENDO!
Hotéis e cia 5319401898389799195

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item

Pesquisar no blog

Reserve seu Hotel

Celular no Exterior

RECEBA NOSSOS POSTS

Loja Viagema

Curta no Facebook

Leia Também