Loading...

Safári na África do Sul: como funciona o Kruger Park

Pesquisei muito e em vários sites para conseguir juntar as informações que eu precisava antes de viajar, pois a principio é meio complicado entender como funciona um safári, o que está incluso e quais as opções possíveis. Muita gente acessa e faz perguntas em meu outro post sobre o Kruger (recordista de comentários aqui no blog), então resolvi especificar ainda mais como funciona e escrever este post novo. Mesmo na internet é difícil de achar informações detalhadas, então juntei tudo aqui para repassar para vocês leitores.


O Kruger Park se extende por uma área de cerca de 350Km de extensão de norte a sul, ou seja: é muito grande! (totaliza mais de 20.000 kilômetros quadrados) Para entender melhor este parque, que na verdade é uma reserva natural de vida livre selvagem, é preciso conhecer suas regiões e o que tem perto de cada uma delas. 
O melhor mapa que achei de lá está disponível neste link, que mostra os horários de abertura e fechamento dos portões nas diferentes épocas, além da localização dos campings internamente e dos aeroportos ao redor. Ele vai te ajudar a entender melhor o parque e se orientar nas decisões. Imprima bem grandão em 2-3 páginas e leve junto!


2 sites com bastante informação sobre o Kruger:
- SIYABONA AFRICA: http://www.krugerpark.co.za/

- SAN Parks: http://www.sanparks.org/parks/kruger/ (site oficial que administra todos os Parques e Reservas Nacionais da África do Sul, então se procura informações sobre outros safáris e locais, pode achar ali também!)


PORÉM NEM TUDO SÃO FLORES... ambos os sites estão em inglês (para quem não sabe ler complica) e possuem muito conteúdo, mas organizado de uma forma meio confusa e dificil de achar, tem que persistir e ir clicando em tudo! 




Como entrar no Kruger Park

1) Se juntando a um tour de 2 à 5 dias, geralmente partindo de Joanesburgo
2) Participando de um tour de um dia inteiro ("daily tour"/"one day tour"), se estiver hospedado nas cidades próximas ao parque (ex: no sul, em Nelspruit e arredores)
3) Por conta própria, alugando um carro em Joanesburgo para dirigir até o parque e lá dentro também! (ou indo de avião ou ônibus até uma cidade próximo ao Kruger e lá fazer a locação do carro)

Esta última foi a nossa opção (Joanesburg=>Kruger), que além de mais econômica foi muito boa, pois desta forma pudemos ver os animais por conta própria dirigindo pelas estradas do parque, e digo que avistá-los ali sozinhos (só nosso carro e eles) não tem preço! Mesmo assim fizemos os game-drives com guias nos carros abertos do parque também, para experimentar os 2 tipos de visualização e safári. Mais saiba: na África do Sul as ruas são em mão-inglesa (invertidas), então tem que ter coragem e ficar atento. Além disso, precisa ter a carteira de habilitação internacional para locar um carro dirigir por lá. Procure no Detran de sua cidade por "PID" (Permissão Internacional para Dirigir), pague a taxa e vá lá pegar seu documento, não precisa fazer teste nenhum!

Além dos tours em grupo, existe também opções de tours exclusivos só para você e seu acompanhante ou família, ou até mesmo solicitar um carro com motorista particular para levá-los lá. Obviamente estas 2 opções são mais caras.
O primeiro elefante avistado a gente nunca esquece! (ficamos com medo, mas depois acostuma)

E a pé, tem como ir? Tentei obter a informação, mas infelizmente não consegui concluir com certeza se tem como entrar a pé no parque. Acredito que sim, pois considerando que em cada um dos portões de entrada do parque existe uma recepção, deve ser possível solicitar um translado até o seu camping, ou mesmo locar um carro lá dentro para já sair fazendo um safári. Caso contrário, para que serviria a opção de locação de carros lá? (isso tenho certeza que existe) ;-) E claro, para chegar até um portão do parque você vai precisar de um táxi ou similar, pois os portões não ficam do meio das cidades!

Os horários de abertura e fechamento dos portões do parque devem ser respeitados sempre, para quem irá dormir dentro do parque ou não. É proibido dirigir pelo parque depois que os portões fecham, e só pode ficar lá dentro quem tem reserva em um dos campings.

Algumas operadoras de turismo que oferecem tours para safári no Kruger Park:

NÃO SE PREOCUPE: se não quiser ou não conseguir fechar um tour antes de sair de casa, é possível fazer isso ao chegar em Joanesburgo mesmo, lá tem muitas agências que disponibilizam várias opções, e os hotéis também fecham pacotes ou indicam os locais para tal.


Interior do Parque
Região Sul: alguns a chamam de "grande circo”, seja pela inúmeros points e maior variedade e quantidade de vida selvagem, ou também pelo grande número de turistas reunidos na região por conta deste motivo. Nada que chegue a lotar excessivamente, afinal o parque é enorme e possui muitas estradas. Além disso, o sul do parque possui acesso mais fácil a partir de Joanesburgo.

Região Central: também é uma área com grande quantidade e diversidade de fauna, mas já não é tão movimentada.
O único Baobá existente na região central (próximo ao Satara Camp)

Região Norte: é mais conhecida e visitada por aqueles que querem conhecer a diversidade da flora africana, pois é onde se encontram reservas enorme de baobás, mopanes e outras árvores, arbustos e vegetação nativa.

Quer uma dica fácil para avistar animais lá dentro?
É simples: onde tem água, tem animais. Ou seja: em volta de lagoas e dirigindo nas estradas próximas aos rios que cortam o local, certamente vai avistar animais. Como é uma região onde o ser humano não intercede em favor dos animais, lhe dando comidas ou água, eles precisam buscar estas áreas constantemente para saciar a sede, então não tem erro, seja em época de seca ou de chuvas no parque, ao lado de rios é muito fácil avistar! Sugestão de quem foi: estrada H4-1 paralela ao rio Sabie (river Sabie) é diversão garantida!


O que significam as expressões
Picnic sites: áreas dentro do parque onde é permitido descer do carro para comer, descansar, ir ao banheiro e observer a natureza. Geralmente estão em locais mais restritos e de difícil acesso aos animais, ou são cercadas por portões.
Esta era uma "Picnic Area" bem aberta, que ficava ao lado do rio porém mais alta.

Viewpoints: são locais adequados para visualização ampla da paisagem e de extensas áreas do parque. Aqui também é permitido descer do carro, mas existem placas alertando que é “por sua conta e risco” (em inglês=> "at your own risk") .  
Gravel roads: são as estradas “de terra”, e nestas a velocidade maxima permitida é de 40Km/h.

Tar roads: são as estradas “de concreto”, mais amplas e fáceis de dirigir, e nestas a velocidade maxima permitida é de 50Km/h.

Day visitors: são áreas de acesso para quem entra no parque apenas para ficar 1 dia, mas não vai dormir por lá. Nestas áreas existem disponíveis os serviços básicos de higiene (banheiros), alimentação (lanchonetes e mesas) e também acesso às lojinhas de souvenirs, para garantir um tempo de pausa e um pouco de conforto à estes visitantes. Também podem ser acessadas por visitantes que estão hospedados em outros campings. Particularmente gostei do espaço de “day visitor” do Lower Sabie Restcamp, que tinha uma area muito agradável com mesinhas externas e ótima vista do rio Sabie, além dos saborosos empadões vendidos em pedaços individuais, que caíram muito bem para saciar nossa fome!
Lower Sabie Camp e seu deque para os visitantes (visto de longe)

Tipos de acomodação

Como reservar? Para reservar sua hospedagem nos próprios campings do Kruger Park é preciso acessar este link: http://www.sanparks.org/parks/kruger/camps/default.php#main
Depois escolha na lista o "Camp"* que você pretende ficar e clique, e em seguida acesse a coluna verde à esquerda: Travel => Accomoddation (e no final desta página lá embaixo clique em => Tariffs, para ter acesso à todas as opções de alojamento disponíveis no "Camp"* em questão, e a partir dali efetuar a reserva) 
O pagamento é feito antecipado, e você recebe uns 3 emails, com a confirmação e com as regras e horários do parque. São informações bem bacanas que ajudarão a planejar sua estadia e atividades por lá.

*"Camp" é uma área cercada dentro do parque, que oferece vários tipos de acomodações para passar a noite, além de outros serviços. (não quer dizer que seja só área para camping com barracas)

Entrada do Skukuza Camp (o mair e mais antigo do Parque)
 Não se preocupe com ataques de animais: a área do Camp é toda cercada...

 ... porém animais pequenos que escalam árvores ou que voam conseguem entrar

 Descansando dentro do Skukuza Camp (vista do rio Sabie)


Acomodações por ordem crescente de preço:
Camping ou Motorrail: você leva sua barraca, aluga um espaço para montá-la, e utiliza o banheiro e cozinha públicos. No camping também existe uma área onde é permitido parar seu “motorrail” caso tenha locado um (carro tipo “trailer”/Motorhome, daqueles que dá para cozinhar e dormir dentro).
  
Safari Tents: são quartos com o formato de uma tenda ou mini casa. As paredes e o teto são de lona, assim com as janelas. Porém é mais fácil do que acampar, pois além de bem maiores alguns deles possuem comodidades como ventilador ou mesmo televisão, além de ser de uma altura conveniente para ficar em pé dentro. Alguns possuem um conjunto de mesinha e cadeiras na parte da “varanda” do lado de fora.
  
Bangalôs: São quartos em construções de alvenaria e com maior espaço e comodidade. O preço varia conforme possuam banheiro e cozinha ou não. Acho que vale a pena alugar um completinho, com banheiro e cozinha, e foi isso que fizemos. São simples e um pouco velhos, mas cumprem a função a que se destinam, nos deixando refrescados, protegidos, e com comodidades de toalete de de alimentação a disposição. Sem estas regalias é mais barato, porém você precisará usar os espaços comunitários existentes para tal (banheiros e cozinhas coletivas). Particularmente acho que não compensa, já que a diferença de preço não é grande! E se der vontade de fazer xixi no meio da madrugada?? Eu é que não queria sair com uma lanterna no escuro para ir até o banheiro mais próximo!
DICA: se sair do quarto no finalzinho do dia leve uma lanterna! Lá escurece de repente, e não há iluminação fora das tendas e bangalôs, tudo fica no escurão mesmo!


Lodges e Guest Houses: são as acomodações mais caras dentro do Kruger Park. Podem ser do próprio parque (administração pública) ou de empresas privadas. Os lodges do parque se parecem bastante com os bangalôs, porém são maiores, mais novos e arrumadinhos, e em áreas de visibilidade privilegiada, além de contarem com serviços especiais. Já as Guest Houses são como pequenas casas, mais bem estruturadas e completas, para quem vai com a família toda ou em grupos grandes, pois possuem mais de um quarto e às vezes até mais de um banheiro, além de cozinha e sala de estar e de jantar, com tudo equipadinho.
 Opções um pouco mais "chiques" e confortáveis de propriedade do parque:
Bangalô Semi-luxo para dois e Guest House para a família toda

Já os Lodges de Luxo (de empresas privadas) são aqueles ultra-modernos, caros e cheio de privilégios, como empregados particulares para cada quarto, massagens, sauna, piscina e vários outros serviços “top de linha”, somente para bolsos (bem) mais recheados. Mortais assim como a gente não desfrutam desta classe de acomodação! Hehehe 
Estes lodges ficam em áreas delimitadas só para eles dentro do parque (reservas privadas) e contam com passeios e tours próprios com guias especializados. Pagar uma grana na diária de um Lodge de Luxo em uma reserva privada é para poucos, e certamente seria um sonho, uma delícia! Porém achei que só de estar no Kruger e principalmente ver os animais soltos no ambiente selvagem já foi um super sonho realizado, e isto está ao alcance de todos, independe da sua acomodação.

Links de alguns dos Lodges de Luxo Privados (Private Game Reserves):
(é para quem pode $$!, ou somente para ver e babar...) ;-)

Para ter uma idéia rápida da média de preço, este site agrupa vários lodges de luxo: http://www.krugerpark.com/luxury-game-lodges.htm Considere que deve dividir o preço em RANDS por 4, para saber mais ou menos o equivalente em REAIS (R$). Ou seja: cerca de R$700 ou mais por dia/por pessoa. 

Enfim, no Kruger tem opções para todos os bolsos, atendendo desde o mochileiro até o viajante de orçamento folgado e que quer todo tipo de conforto e exclusividade!

Atividades e safári dentro do parque
Se hospedando dentro do parque é possível fazer os game-drives oferecidos pelos campings. Game-drive é um SAFÁRI FOTOGRÁFICO em jipe ou caminhão aberto nas laterais, com um guia/motorista. Cada "game" dura 3-4h, e o preço médio por pessoa é de R$40-42 (180 rands). Precisa reservar e pagar na recepção do camping, com pelo menos 30 minutos de antecedência do horário de saída, ou no dia anterior se o game for de manhã.

A maioria dos campings e lodges no interior do Kruger oferecem estes game-drives no início da manhã e no final da tarde. Alguns campings também oferecem games  pela manhã porém não tão cedo (late morning games) e à noite. Existem também opções de caminhadas pela savana (“bush walks”) em grupos pequenos e junto com guias armados para a proteção. Eu não quis arriscar! ;-)
 O jipe aberto do game-drive do Satara Camp

 Só observando: todo mundo quietinho para não espantar os leões!

RECOMENDO: fazer de 2 à 4 game drives, de preferência em campings de regiões diferentes, para sentir a variação da fauna e flora do parque, com mais possibilidade de avistar diferentes espécies.

Outras Facilidades
Recepção: tem 1 em cada portão de entrada do parque, e tem as recepções de cada área de camping propriamente dita. Ali se faz pagamentos, reservas, pede-se informação e tudo mais que necessitar.

Posto de gasolina: tem dentro de alguns campings (12 no total), geralmente nos maiores. Fique atento e abasteça antes para não correr o risco de ficar sem gasolina no meio de um percurso pelo parque, já que as distâncias percorridas lá dentro são bem grandes.

Atendimento Médico: tem no Skukuza Camping.

Restaurantes e "delicatessens": também se encontram dentro dos campings, e variam em tamanho e em qualidade, conforme o porte do camping. Não vá esperando muito coisa! As opções de snacks quentes e lanches rápidas são bastante restritas, então sugiro que leve alguma coisa por conta, ou então é comer mesmo no restaurante (almoço ou janta- tipo buffet livre com taxa fixa, que não é muito barato).
 Mesinhas na área do restaurante/lanchonete

Curio Shops: são as lojinhas de souvenirs de lá. Geralmente grandes e com muita coisa diferente, deixa qualquer um deslumbrado pela variedade. Aproveite para comprar o bichinho de pelúcia do seu animal preferido, ou réplicas em madeira e cerâmica. Fora as esculturas de bicho, tem também muita camiseta e roupas estilo safári, além de artesanato sul-africano com materiais naturais e o clássico ovo de avestruz, que pode ser pintado ou não.

Piscinas: tem nos campings de grande porte ou nos lodges de luxo. Nos que fiquei, não vi ninguém utilizando, afinal é tanta coisa para fazer por lá que acho que nem sobra tempo! E outra: eu ficaria meio com medo de ficar muito tempo ali exposta de biquíni, afinal o camping não deixa de ser no “meio do mato”, e o Kruger está numa zona de risco de malária, e o corpo exposto é certamente mais suscetível às picadas de mosquitos... então no mínimo é bom se proteger com repelente, calças e mangas longas, o que não combina muito com piscina... mas elas existem, e vai de cada um aproveitar ou não! ;-)

Banheiros coletivos: existem no interior dos campings, para suprir a necessidade dos “quartos” que não possuem banheiros, ou mesmo dos hóspedes que estão andando ali dentro.

Cozinhas coletivas: existem pelo mesmo motivo e necessidade que os banheiros coletivos. Dá para cozinhar tranquilamente por lá, ou até mesmo fazer um churrasquinho. Para garantir, sugiro que levem seu próprio material de limpeza, não custa nada e é mais garantido! (esponja de louça, paninho de prato, etc)

Limpeza: tanto nos quartos quanto nas áreas sociais, é feita todo dia pelo pessoal responsável, como num hotel. Lençois e toalhas trocados diariamente.

Salas de “cinema”: são na verdade salas de estar com televisores, nada muito sofisticado, e existe apenas em alguns dos campings maiores (“Main Rest Camps”). É uma boa opção para aqueles que vão sozinhos e querem conhecer pessoas e sociabilizar, ou também para quem não tem TV no quarto. 

Achou tudo o que precisava e resolveu suas dúvidas lendo este post? Comente abaixo! ;-) 


Safári 8832367488687663064

Postar um comentário

  1. Fantástico post Si! Vou passar pra frente sempre que alguém perguntar. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pelo elogio e pelas futuras recomendações Luciana!

    Este aqui é o outro post que tem muita informação sobre safári: http://www.flashesdeviagem.com.br/2011/05/safari-no-kruger-park-comparativo.html ;-)

    ResponderExcluir
  3. Muito legal o post! Deu vontade de fazer um safari! Bjs

    ResponderExcluir
  4. Excelente Post, Si! Quem quiser ir ao Kruger, é só vir ler aqui e pronto! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Carina! A idéia foi essa mesma: ajudar quem vai viajar para lá, já que existe muita diversidade de hospedagens/passeios/expressões, mas é um pouco dificil de entender e achar estas informações.

    Tentei agrupar quase tudo neste post, espero que os leitores gostem! ;-)

    ResponderExcluir
  6. Anônimo9/8/12

    Simone,Estou indo para africa do sul no final de outubro e sua dicas foram ótimas.Vou ficar 1 dia em joanesburgo e gostaria de saber qual o melhor parque para ir : Lions park ou rhino& lion nature reserve.

    ResponderExcluir
  7. Acho que os 2 são bons e oferecem experiências semelhantes, mas o Lion Park é mais conhecido, e também um pouquinho mais perto da cidade (leve em consideração o tempo de deslocamento ida e volta).

    Outra coisa: que eu saiba só no Lion Park tem leões BRANCOS e seus filhotes, por isso acho interessante, já que é algo mais raro (e lindo!).

    Veja estas e outras atrações da cidade neste link do Tripadvisor, que conta um pouquinho de cada um: http://www.tripadvisor.com.br/Attractions-g1210028-Activities-Johannesburg_Gauteng.html

    ResponderExcluir
  8. Oi Simone, tudo bem?
    Estamos indo em janeiro 2013 para Joburg e depois para Nelspruit.
    Estamos pensando em chegar à tarde em Nelspruit e ir direto para o Skukuza. A dúvida é: Fica fácil agendar game drives na hora de dentro do Skukuza diretamente, tipo na recepção? É a melhor opção ou é melhor fechar alguma agência pela internet com antecedência?

    obrigadão!

    ResponderExcluir
  9. Oi Rui!

    É tranquilo agendar lá dentro sim, na recepção mesmo! Eles pedem uma antecedência mínima de 30 minutos na reserva para cada tour, por motivos de organização. Porém não deixe para marcar só 30 min antes, pois as vagas podem se esgotar também. Sugiro que no dia que chegar já agende o game-drive da manhã seguinte. Os "morning drives" são beeeem cedinho (sai umas 5:30-6:00h), mas é a melhor hora para se avistar alguns felinos, como leões e leopardos por exemplo!
    Vai que vai! :-D

    ResponderExcluir
  10. lizakotaka@terra.com.br8/10/12

    Oi Simone, obrigada pelas dicas, estou estudando a Africa do Sul a duas semanas com a intenção de irmos em janeiro de 2013. Em nosso orçamento só cabe ir por conta, porém estamos em 12 pessoas, só família. Teríamos que andar em 3 carros e a maioria do grupo esta receoso, sentem-se mais seguros com os pacotes privados. Vou apresentar seu post para encorajar esta turma.
    Obridada pelo tempo dispensado com nós leitores, acredito que não deve ser fácil transcrever estas aventuras. Valeu mesmo!
    Grande abraço.
    Lizandra

    ResponderExcluir
  11. Oi Lizandra, que bom saber que o post está ajudando e pode encorajá-los.
    Olha, a Africa do Sul não é nenhum "bicho de 7 cabeças", é tudo bastante organizado, ruas bem sinalizadas (no dialeto local + inglês), estradas ótimas e com poucos pedágios, pessoal educado e simpático que falam inglês.

    Se estão numa familia grande assim devem ficar bem seguros. Quanto ao carro, de repente pesquise nas locadoras de veículos por modelo maiores, tipo mini-vans, para que possam viajar só em 2 autos se for o caso. Já fizemos assim uma vez na Europa e foi bem bacana, mini-van é mais confortável até para viajar, pois o teto é mais alto.
    ;-) Vai que vai!

    ResponderExcluir
  12. Renzo Giacopuzzi25/10/12

    Passando apenas para parabenizar a excelência deste post. Estou pesquisando bastante e este foi com folga o melhor post que achei sobre o Kruger. Obrigado mesmo!

    ResponderExcluir
  13. Obrigada Renzo! A idéia era justamente essa: ajudar colocando as informações principais em um único lugar, pois sei que é dificil achar sobre este assunto, então resolvi compartilhar o que aprendi.

    Volte sempre para pesquisar outras dicas e destinos! ;-)

    ResponderExcluir
  14. Olá! Muito bom o post mesmo, só senti falta de valores das formas de estadia no parque. Fiquei muito curioso pra saber quanto custa em média o camping e as tents! Alguma idéia? Sabe se essa antecedência pra reservar hospedagem é muito grande, tipo semanas ou meses, ou dias tá ok?

    ResponderExcluir
  15. Oi Caio!

    Pois então, realmente não coloquei preço pois existem muitos tipos de acomodação e muitos campings dentro do Kruger, e os valores variam um pouco entre eles. Porém...

    ...dá uma olhada em alguns preços e fotos aqui, no próprio site da SANparks: http://www.sanparks.org/parks/kruger/camps/skukuza/tourism/tariffs.php
    *nós reservamos diretamente através do site - é da organização que administra todos os parques nacionais da África do Sul. Se procurar bem no site, vai ver que cada camping tem sua lista de preços (acesse pela coluna verde da esquerda, vai em: Camps => Main Camps => Travel => Accomodation - no final desta página tem o link "Tariffs" em verde.)

    Quando dizemos "com antecedência" para viagens internacionais, significa uns 2-3 meses na compra das passágens aéreas e 1-2 meses antes para reservas de hotéis. Isso não quer dizer que 1 semana antes ou mesmo no dia não vá ter vaga (superlotado), porém a possibilidade de vc conseguir os melhores preços fica reduzida, pois afinal as acomodações promocionais e mais em conta são as que costumam terminar antes! Mas varia de caso a caso, se é alta ou baixa estação... e alguns locais ofertam as "last minute deals" que são descontões em cima da hora (dias antes) para que preencham as vagas, então oportunidade de conseguir um preço baixo poucos dias antes tem também! ;-)

    ResponderExcluir
  16. A moeda que está no link acima é o Rand sul-africano, sendo que na atualidade 1 rand (R1) equivale a 0,235 reais. De modo geral dá p/ dividir o valor por 4 => ou seja R200 = R$50.

    ResponderExcluir
  17. Muito obrigado, Simone! De verdade :-)

    ResponderExcluir
  18. Oi Simone.
    Primeiro, gostaria de parabenizar pelo blog! Estamos lendo tudo!
    Vamos para a Afr do Sul daqui 1 semana e tenho ainda algumas dúvidas. Uma delas é sobre a alimentação lá no Kruger. Como é o "esquema"?
    Outra coisa: você foi para as Cachoeiras, Pilgrim's Rest e Blyde River Canyon?
    Em Cape Town é essencial alugar carro? Ou é fácil se locomover de outras formas?

    Muito obrigada por toda a ajuda!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Olá Judy, agradeço os elogios, e acho que vão adorar lá!

    Sobre a alimentação no Kruger Park, eu comentei um pouquinho neste post mesmo, no item "Restaurantes e delicatessens" acima. Fora isso, só se vocês se hospedarem em um dos lodges privados de luxo dentro do parque, que aí a parte da alimentação está incluída (almoço e até jantar tipo churrasco). Se não, tem que usar as lanchonetes/restaurantes de um dos campings (o seu próprio ou entrando em outro camping que permita "day visitors", e aí você acessa somente esta área comunitária deles). Se sua acomodação não tiver cozinha (nos bangalôs tem), pode ainda utilizar a cozinha comunitária do camping. Leve uns snacks e lanchinhos fáceis de fazer ou que dê para comer direto, e leve junto até dentro do carro, já que os campings e áreas de parar são bem distantes entre si.
    #DICA FINAL: na lanchonete do camp Lower Sabie tem tipo uns empadões quentinhos bem gostosos! (porção individual tipo uma marmitinha) ;-D

    ResponderExcluir
  20. Judy (terminando de responder suas questões...)

    Fomos no Blyde River Canyon sim, é um passeio muito bacana, que leva pelo menos uma tarde completa, ou pode se estender por 1 dia inteiro ou mais. Falei sobre o passeio neste post: http://www.flashesdeviagem.com.br/2011/05/panorama-route-e-blyde-river-canyon.html

    Em Cape Town o sistema de transporte não é bom nem fácil de usar não, se não estiverem de carro talvez a melhor opção e mais segura seja pegar táxi mesmo (não é muito caro, e utilizam taxímetro). Tem umas vans muito loucas lá (como em toda a áfrica do sul), que passam buzinando e não está indicado direito para onde vão, tem que perguntar, então não aconselho.

    Acho que LOCAR UM CARRO é uma opção bacana em CapeTown sim, até porque muitas das atrações de lá ficam fora da cidade, e aí é legal ter esta flexibilidade de ir e vir (ou então pegar um tour, ou fazer acordo com um taxista indicado pelo hotel). O cabo da boa esperança, a Chapman's Peak Drive, a praia dos pinguins... é tudo fora da cidade.

    Sugiro que alugue carro por uns 2 dias para ver estas coisas,incluindo as praias de Cape como a Clifton e outras ao lado,depois devolva e explore a cidade em si de táxi + a pé.

    Se puder volte para contar como foi aqui depois! Abraço e boa viagem!

    ResponderExcluir
  21. Olá Simone, vou estar em Cape Town dezembro e janeiro e
    Programei para ir ao Kruger Park dos dias 22 a 26 de dezembro. Viajo sozinha, não ligo para conforto apenas uma cama e banheiro com água, me dê uma luz porque estou completamente perdida... qual é a melhor opção para eu fazer? Qual portão? Qual camp? Qual aeroporto? O translado do aeroporto para o camp está incluso? Qual agencia posso fechar tudo?
    Obrigada e parabéns pelo post
    Marcela

    ResponderExcluir
  22. Olá Marcela

    Já tenho um post que ajuda em grande parte em seus questionamentos, dá uma olhada aqui: http://www.flashesdeviagem.com.br/2011/05/safari-no-kruger-park-comparativo.html

    O post indicado acima fala sobre ir em tour ou por conta própria (foi assim que fizemos), quais os preços e prós e contras. O mais usual e barato é entrar pelo sul, via cidade e/ou aeroporto de Nelspruit. No sul do Kruger é onde tem maior concentração de animais tb.

    Sugestões de agência tem neste post mesmo e no outro que acabei de mencionar, é só ler com calma que tá quase tudo ali. Tem que entrar nos links das agências e colocar suas datas de viagem, vendo as opções caso a caso.

    ResponderExcluir
  23. Eu sabia que um dia eu ia usar todos estes teus conhecimentos! :D
    Voltei, já li tudo, tô juntando umas informações, mas dúvidas surgem aos montes. Heheheh

    Si, eu estou planejando vir da Suazilândia para o Kruger, e tô pensando em entrar pelo Crocodilo Gate e ficar no Lower Sabie.
    O que vc indicaria, uma ou 2 noites ali?

    E tô planejando ficar mais 1 ou 2 no Olifants Rest Camp, porque eles oferecem trilhas de bicicleta e marido amou a ideia...

    Qual tua opinião?
    Vc ficaria 3 ou 4 noites no Kruger?

    Super obrigada por estes posts ótimos!! :)

    ResponderExcluir
  24. Outra dúvida: depois de circular pelo país, saindo de Durban, passando por alguns parques, Suazilândia, vc acha que vale a pena fazer de carro o caminho entre o Kruger e Johannerburg, ou depois de ter andado tanto, não terá nada de especial, e ir de avião é uma boa pedida? O Blyde River Canyon já está programado num dia anterior a ida.

    Obrigada!!

    ResponderExcluir
  25. Oi carina! Que bom q gostou dos posts e obrigada pelas indicações no Twitter e cia!
    Respondendo algumas duvidas suas:
    Sobre a quantidade de dias, depende do quanto vc gosta de ver animais. Nos ficamos 2 dias e meio (2 noites)' e deu para ver os big five e muuuuuitos outros animais. O legal na minha opinião é fazer alguns game drives com guia, e no resto do tempo ficar rodando por lá com seu carro alugado, da para ver muita coisa assim também, vale a pena. Como a gente passava o dia todo na estrada rodando, achei 2 dias e meio suficiente, então penso que 3 noites já seria bacana.

    E acho que se já vai ter rodado tanto por lá, e vai no canyon antes, não tem muita necessidade de fazer o trecho kruger-Joburg de carro, pois não há nada de muito especial na paisagem da estrada. ;-)

    ResponderExcluir
  26. Oi Simone, tudo bom? Vou para a áfrica do sul agora em março e pretendo ficar 3 dias no kruger. Na sua opinião qual o melhor camp do parque? Aquele que eu posso ver mais animais (principalmente os big five)... outra coisa, estando hospedada em um camp eu posso fazer o safári em outro? Porque li muito que seria legal conhecer mais de um camp... como fico 3 dias lá pensei em conhecer 2 camps... o que acha?
    Não vou alugar carro porque não dirijo... terei que fazer os passeios com os guias de lá mesmo.
    Tenho muitas dúvidas mas que eu lembre agora é isso... preciso resolver em qual camp vou ficar para reservar logo. Desde já agradeço a ajuda! Beijos

    ResponderExcluir
  27. Super obrigada pela resposta, Si!
    Vou comprar agora a passagem então. :)

    Beijo grande e no aguardo dos super posts que vem da Ásia!! (Viciaram e já pensam em voltar??? Heheheh)

    ResponderExcluir
  28. Legal Carina, vai que vai! Bom poder ajudá-la. Gostamos muito da Asia sim, é uma super experiencia, com certeza bem diferente dos outros lugares. Logo logo vem posts!
    Bjo

    ResponderExcluir
  29. Olá Carla Figueiredo!

    Procure ler os comentários deste post, e os outros posts sobre a Africa, algumas dessas suas questões já comentei e estão lá ok? ;-)

    Respondendo resumido:
    - melhores campings no sul do parque, onde é mais facil avistar animais. Recomendo o Skukuza (o maior de todo o parque e com mais serviços disponiveis- ficamos nele um dia) e também o Lower Sabie, que visitamos durante o dia e gostei bastante do local e da estrutura.
    - se hospede em 2 campings diferentes sim, também fizemos isso e acho super válido. Aí faça os game-drives do seu camping atual, acho dificil fazer o game/safári de outro camping por causa dos horários (parte super cedo, ainda de madrugada), e ainda mais se estiver sem carro alugado, pois aí não conseguirá ir de um camping para o outro.

    ResponderExcluir
  30. Simone, adorei o post e as dicas, e já estou com as reservas feitas para 3 noites no Skukuza Camp, por conta própria, depois de uma temporada de 10 dias na Cidade do Cabo para um congresso. Uma dúvida que queria perguntar pra você: como você fez com as tomadas? Pergunto porque fui comprar um adaptador universal para viagens, e descobri que o modelo vendido valia para todos os lugares... menos a África! E aí?
    Obrigada pelo post, pois ele me ajudou muito e me estimulou a organizar minha estadia do kruger da forma como você fez!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  31. Olá Thais, fiquei feliz em saber que te ajudamos!
    Bom, sobre a tomada o que fizemos foi comprar um adaptador lá mesmo, num mercado local. Não foi difícil de achar não, e era baratinho (tomada de furos 2 pinos de um lado e pinos africanos do outro).
    Então sugiro que ainda em CapeTown já peça indicação no hotel e procure em algum mercado local. Dependendo do hotel eles até tem para emprestar, mas se não tiver e não quiser correr risco de ficar sem no Kruger faça isso!

    boa viagem e aproveite muito! ;-)
    Curta nossa página no Facebook : www.facebook.com/flashesdeviagem

    ResponderExcluir
  32. Simone, obrigada pela ajuda e resposta rápida! ;D

    ResponderExcluir
  33. Simone, tudo bem?
    Muito legal as dicas. Estou indo pra la nos dias 20 e 21/12... Estamos meio neuróticos com essa coisa da malária. Além do repelente e das roupas compridas, existe algum inseticida para jogar no quarto quando sair? Existe alguma hora em que os mosquitos estão mais ativos?
    Abraços e obrigado

    ResponderExcluir
  34. Oi Bruno. Olha, não precisa ficar tão tenso não! Isso pq durante os safáris ou vc fica fechado dentro do próprio carro (é obrigado vidros fechados), ou nos carros abertos com guias bate tanto vento que acho que nem tem como! De modo geral, praticamente não vi insetos pequenos dentro do Kruger. O que a gente fez para garantir a segurança do quarto foi o seguinte: levamos aqueles repelentes elétronicos que coloca na tomada e ligávamos a noite. Além disso, a gente jogava o repelente em spray dentro do quarto tb, seguindo as instruções de uso. Todos os repelentes que compramos para o corpo ou para o ambiente eram daqueles com proteção extra para mosquito da dengue.

    Ah! Os quartos no Kruger possuem telas nas janelas, então verifique se não tem furos, e qq coisa tape o buraco com tecido ou fita adesiva larga. Evite deixar a janelinha do bwc aberta.
    Seguindo isso no período da noite e com as proteções que comentou durante o dia, não deve ocorrer nada. Lembrando que a região é "tratada" e nem tão infestada assim como seriam zonas rurais com grande população por exemplo. Para pegar a doença, o mosquito tem que ter picado alguém doente antes, então não é tão fácil assim (não é só picou e pronto!).

    PS: que eu saiba, a maior hora de atividade dos mosquitos é quando está escurecendo.

    ResponderExcluir
  35. Anônimo21/5/14

    VOCÊS TEM ME AJUDADO MUITO A ESCOLHER O QUE FAZER LÁ. MUITO OBRIGADO PELO TRABALHO E DEDICAÇÃO. LUIZ E LIS

    ResponderExcluir
  36. Simone,
    minha maior dúvida é alimentação! nesses camps existem restaurantes onde podemos comer ou são só as cozinhas comunitárias?
    ah, existe traslado para o camp?

    ResponderExcluir
  37. Oi Mariana.
    A maioria dos campings tem sim. Os maiores tem restaurante estilo buffet mesmo, mas os outros devem ter pelo menos uma "lanchonete", ou então vendem algumas comidinhas (salgadinhos, chocolates) na lojinha de souvenir. Mas comida mesmo até acho indicado trazer de fora algo para garantir, até para comer dentro do carro se quiser, pois se bater a fome e esiver na estrada do parque pode demorar até chegar em outro camping.
    Não tenho certeza sobre o translado, mas acredito que sim, teria que ver na recepção de entrada do parque. Deve sair carros de tempos em tempos para os campings mais próximos de cada entrada.

    ResponderExcluir
  38. Na descrição de cada camping, ao reservar pelo site, diz se tem restaurante e qual a estrutura de cada um internamente. Vale conferir.

    ResponderExcluir
  39. Anônimo11/10/14

    Olá! Será que passar só o dia lá é perder dinheiro a toa?? É muito pouco??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho não! De qualquer forma é uma experiência única ver os animais livres em vida selvagem, e avistará vários deles com certeza.
      As pessoas acabam ficando mais dias (2,3,4...) para eventualmente conseguir ver os animais que não viram no dia anterior, para "garantir". Acredito que o mais difícil de avistar sejam os leopardos. E leões também é mais complicado de ver dirigindo carro próprio, mas nos game-drives em carro aberto, por causa do horário (início da manhã quase de madrugada, ou de noite), já é mais fácil, nas 2 vezes vimos. Com o carro alugado vimos leões uma vez também, mas estava bem escondidinho no mato, e foi a única vez que tinha vários carros parados na estrada junto com o nosso. De resto, estávamos sempre sozinhos no carro ao avistar os animais, era "vip"!
      Se tem vontade de ver e estiver por lá, vá! Melhor um único dia bem aproveitado do que nunca ter ido não? ;-)

      Excluir
  40. Anônimo26/5/15

    Parabéns pelo excelente post!! Muito claro e objetivo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!! Adoramos ajudar outros viajantes, afinal o propósito do blog é este!
      Segue a gente lá no Insta, twitter e FB tb! Abraço

      Instagram e Twitter- @flashesdeviagem
      Facebook - www.facebook.com/flashesdeviagem

      Excluir
  41. Oi Simone, parabéns a melhor informação que encontrei, vou indicar muito!
    Queria uma ajuda, não consigo pagar os camps pelo site sanparks.org. Bem no fim, depois de mandarem o código do celular e aparecer mensagem de sucesso na execução, dá erro. Tentei com o meu cartão de crédito, da minha mãe, marido e nada :(
    Dá pra comprar sem ser por lá? Pelo que vi só os particulares, fora do parque que consigo comprar pelo booking ou outros sites..
    Vejo que as vagas estão acabando e não sei o que fazer, gostei do Skukuza, Satara ou Pretoriuskop.
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz Juliana, não sei te dizer se tem algum outro lugar para comprar! Oficialmente acho que é por ali mesmo, e não lembro de ter tido problemas, mas já faz alguns anos...
      Será que não foi o banco ou operadora do cartão que bloqueou por ser um gasto diferente do padrão e internacional? As vezes é preciso ligar para checar e pedir para desbloquearem.
      Outra coisa é o tal do "verified by visa", que é quando pede uma senha para garantir privacidade e afins. Se o site só aceita cartões de banco assim, vc precisaria ter um "token" do banco, que é um aparelhinho que gera um número na hora. Senão não sei como fazer.
      Mas tenta de novo, ou escreve para eles. Lembro que veio tudo bem certinho no email, várias confirmações, explicações, etc.
      Boa sorte, e indica o blog sim! ;-)

      Excluir
  42. Oi Simone, riquissimas suas dicas. Estarei indo em Jul/16 para acampar dentro do Parque Kruger. Pretendo alugar um carro em São Petersburg e passar uma semana rodando em todas estradas dentro do parque. Isso é permitido? Tem sinalização nas estradas que não se pode entrar? tem posto de gasolina? Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana Sérgio, vai adorar!
      São Petersburg? É uma cidade sul-africana ali perto?
      Bom, de qualquer forma respondendo: pode rodar lá dentro com seu carro alugado sim, foi o que nós fizemos, e é ótimo! Assim, geralmente vc avista os animais "sozinho", de forma VIP, sem um monte de gente junto, é super bacana ver a natureza assim de forma exclusiva e de pertinho.

      Quanto as estradas, existem as asfaltadas e as de terra, e são sinalizadas, além de constar nos mapas que lhe entregam ao entrar no parque, juntamente com a estimativa de quanto tempo você vai levar de carro de um ponto ao outro, o que é muito importante, pois os campings fecham após escurecer, e é preciso se planejar para chegar a tempo.

      Seguindo as estradas principais do mapa, e não se enfiando de carro em trilhas ou entradas estreitas, você estará seguro. Tb precisa respeitar os limites de velocidade, e dirigir com atenção olhando para a frente ou com mais cautela em curvas. Na nossa frente de repente surgiu na estrada (asfaltada) um elefante saindo do mato, até assustamos um pouco! Tivemos que freiar o carro com certa agilidade, e demos ré devagarzinho. O elefante nos encarou, viu que estava seguro, e chamou o resto da família para cruzar a estrada, foi bem legal e único!

      Os postos de gasolina se encontram nos campings maiores e principais, que tb devem estar descritos nos mapas. Você pode entrar nestes campings que não esteja hospedado para isso, ou para fazer um lanche, usar o banheiro, esticar as pernas... entra como "day visitor", em uma parte específica, sem problemas. Só nestes locais, e alguns outros viewpoints bem sinalizados por placas, é que é permitido descer do carro.

      Amamos a África do sul e o Kruger, boa viagem!

      Excluir
  43. Olá Simone, muitissimo obrigado. Agora estamos ansiosos. (também conheço alguns lugares, caso ajude com informações que vivenciei, acesse: http://sergiobraga.blogspot.com.br/ - Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, vou dar uma olhada! :) Boa viagem Sergio!

      Excluir
    2. Legal, vou dar uma olhada! :) Boa viagem Sergio!

      Excluir
  44. muito obrigado pelas informações!!
    Pretendo ficar em um lodge particular que esta em promoção, vc sabe dizer se o valor das diárias ja incluem os safaris?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho certeza Rogério! Nos lodges costuma estar incluso sim, mas é importante ver nas regras de hospedagem para confirmar e ver quantos safáris (game-drives) são

      Excluir
    2. Acho que normalmente sim Rogério, mas é bom confirmar com o lodge para ter certeza, até porque é uma promoção, podem ter tirado algo.

      Excluir
  45. Simone, estou montando minha viagem por conta própria. Ao fazer a reserva do voo de Cape Town para o aeroporto de Hoedspruit está sendo cobrada uma alta taxa de embarque (me parece com algum imposto local embutido). Vocês que foram de carro pagaram algum imposto ou taxa para entrar nos parques ou nas reservas particulares?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tiago!
      Veja bem, se o que está sendo cobrado é alta taxa de embarque mesmo, deve ser alguma peculiaridade do aeroporto local. Ou se vc estiver procurando o vôo por algum buscador de viagens, as vezes podem surgir taxas embutidas e na forma de "encargos", que aí seriam taxas do site em si, e neste caso o que eu sugiro é entrar direto no site da companhia aérea que faz o vôo e simular o preço, comprando direto por lá se for mais barato e não aparecer estas taxas extras.

      Outra coisa seria a taxa para entrar nos parques, elas existem sim, todos eles são pagos, inclusive o Kruger Park sendo parque nacional e não privado. Mas aí é outra história, e esta taxa de conservação é paga na entrada dos portões do parque. No momento atual a taxa custa 280rands (cerca de 70 reais) para nós que somos estrangeiros/turistas. Veja mais neste link aqui:
      https://www.sanparks.org/parks/kruger/tourism/tariffs.php

      A não ser que o aeroporto seja dentro do parque, talvez esta taxa se refira a isto, mas pelo que sei e indicam as imagens ele fica fora dos limites do parque, e então a cobrança de entrada obrigatória não faria sentido.

      Espero ter ajudado e boa viagem! :)

      Excluir
  46. Bruna28/2/16

    Boa noite Simone, td bem? Estou planejando a viagem sozinha para a primeira quinzena de maio... Pretendemos ficar 4 ou 5 noites no kruger.. Gostaria de me hospedar num local onde realmente me sentisse na África sabe? Rsrsrs... Acha muito ruim ficar nos lodges fora do parque? Existe algum lodge no interior do parque que tenha um pouquinho mais de "luxo"... Os que vi achei muito simplesinhos... Nada demais... Quero café da manhã, serviço de quarto, banheiro privativo e ar condicionado!! hehehe... Parabéns pelo blog!! Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bruna!
      Olha, acho que dentro do parque com certeza a imersão é maior, e tem mais cara de safári/africa. Acho que se é para ir até lá e se sentir assim, o melhor é dentro mesmo, já acordando e vendo o pôr-do-sol e os sons da natureza de lá.

      Tem vários Lodges dentro do parque, alguns privados e outros governamentais. Neste link a seguir você pode ver vários "hoteis" de lá, mas sempre confira no mapa se fica dentro do parque mesmo, ou um uma cidade vizinha. Acesse => bit.ly/1VM6Ww3 e é possível reservar por ali direto, o Booking é super confiável! ;-)

      OBS: Algumas reservas privadas são anexas ao parque, como Mala Mala ou a Sabi Sabi por exemplo, que acredito ser uma das mais famosas e bem cotadas por conta da região. E dependendo de onde fica a reserva, vai entrar por um portão diferente do parque. A parte ao sul é a mais conhecida e com maior avistamento de animais, chamada até de "o circo".

      Veja tb alguns dos lodges de lá nestes sites internacionais:
      http://www.krugerpark.com/kruger-park-reserves/

      http://www.krugerpark.co.za/Kruger_Park_Travel_Advisory-travel/kruger-park-discerning-traveler-packages.html

      espero ter ajudado e boa viagem! Depois nos conte onde ficou e como foi!

      Excluir
  47. Clarissa28/2/16

    Olá!! Adorei o blog, estou montando nossa viagem por conta própria e gostaria de saber a melhor forma de ir de Joanesburgo até Kapama e de lá ir a Durban, tem aèreos ou é de carro? Muito obrigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Clarissa!
      Dá para fazer de carro por partes se quiser. J'burg até Kapama dá 4h de viagem, estrada excelente. De lá até Durban dá mais, então para não ficar cansativo sugiro um aéreo. Pesquise preços na própria South African Airways, possuem boas tarifas comprando bem antecipado, e vc poderia sair do aeroporto de Hazyview ou de Nelspruit, que são próximos.
      Para ver rotas e outras opções, sugiro que coloque os locais que deseja neste site, que é ótimo para mostrar as opções de transporte, com preço e tudo! => www.rome2rio.com

      Excluir
  48. Boa tarde, irei para a africa do sul em setembro e estou montando meu roteiro para fazer o self drive no kruger, chego por nelspruit, mas estou com muita duvida por qual portao entrar e por quais lugares passar no parque, onde dormir etc (skuza, lower sabie, etc)
    Que roteiro voces fizeram para entrar e la dentro?
    Obrigaod

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa pergunta!
      Então, o portão mais perto de Nelspruit é o Numbi Gate, foi por este que entramos, e seguimos de carro lá dentro na direção do Skukuza Camp, onde dormimos 2 noites. A partir dali, andamos bastante de carro nesta parte sul, e indico a estrada em direção ao Camping Lower Sabie, que fiz visita durante o dia e gostei bastante (recomendo para dormir inclusive). Esta estrada margeia o Rio Sabie, e onde tem água tem bichos, por isso é ótima região para avistamento.

      Depois subimos até o Satara Camp, onde vimos um baobá no caminho e mais animais. Dormimos lá. Saimos pelo portão Orpen Gate e descemos um pouco para pegar a estrada que passa por todo o Blyde River Canyon (dica: os portões dos points de visita do canyon fecham as 17h, então não adianta chegar muito tarde, senão não dá tempo). Tem que sair do parque cedinho para conseguir visitar tudo no canyon, pois o "ponto alto" dele é mais ao norte e demora um pouco para chegar, ainda mais se for parando nos mirantes e cachoeiras do caminho)

      É isso! Aproveite muito sua viagem e depois nos conte como foi! :-)

      Excluir
  49. otimo post, obrigada pelas dicas!!!! Vamos em outubro, em 3 casais e tambem chegaremos por Nelspruit. Dispomos de duas noites na regiao. Gostariamos de indicações de hispedagem, preferimos um lugar que alem de nos acomodar , ofereca safaris...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana, vão curtir muito!
      Olha, não sei indicar hotéis fora do parque, mas sei que existem sim várias hospedagens na cidade de Nelspruit e arredores. Pesquisa até pelo www.booking.com mesmo, deve aparecer algumas opções, entra em cada uma deles e lê no descritivo se oferecem os safáris, lembro que vários hotéis disponibilizavam sim, mas cada um tem sua política e preços. Teria que pesquisar mesmo, sinto não poder ajudá-los com alguma indicação mais direta.
      Boa viagem! :-)

      Excluir
  50. Oi Bom dia!
    Já revirei alguns blogs que falam sobre o Kruger e ainda não consegui tirar uma dúvida: vou ficar hospedada em um hotel fora do Kruger, é possível fechar o game drive pelo Kruger lá direto na portaria do parque?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana

      Não sei lhe dar certeza, mas acredito ser possível sim!
      Tente conferir nas páginas oficiais do parque, que cito os links no inicio do post, enviando um email para eles.
      Lembrando que alguns hotéis de fora disponibilizam o tour dentro do parque, verifique com eles se oferecem o game drive.

      Excluir
  51. Anônimo23/9/16

    OIÊÊÊÊÊ!!!! PARABÉNS!!!!
    ESSAS INFORMAÇÕES SÃO UM TESOUROOOOOO!THANKS FOR SHARING!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaaa, bom poder ajudar! :-D

      Excluir
  52. Bom dia, tenho uma dúvida em relação ao alojamento.
    Em caso de ficar uns 3 dias no parque, onde as malas são deixadas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana! Os campins/alojamentos no parque são de vários tipos e para vários bolsos, mas que eu saiba são todos individuais (por familia). Não tem quarto coletivo, as barracas, ou tendas, ou "quartos" são por família, e então é só deixar as malas dentro do quarto fechado mesmo, como num hotel.

      Algumas tendas não possuem banheiro próprio ou cozinha acoplada, e aí se faz uso da cozinha e bwc coletivo. Mas as áreas de dormir são privativas.

      Excluir
  53. Anônimo23/10/16

    Bom dia!! Obrigada pelas ótimas informações!!! Comecei a organizar a viagem que farei com meu marido para o Kruger em julho e tuas dicas ajudaram muito. Vamos ficar duas noites (1 em Skukuza e 1 em L Sabie). Pretendemos fazer as saídas guiadas de manhã cedo e final de tarde e rodar o resto com carro alugado. Nesse momento com o carro por conta própria, aproveitamos o redor do camp que estamos ou vamos para outra área? Vi que a distância entre os dois não é grande e mesmo com baixa velocidade em pouco tempo estamos lá. Será que conseguimos fazer o passeio paraBlyde River Canyon? Outra coisa, meus sogros se empolgaram Tb para ir. Será que se ficarmos em bangalôs, é tranquilo para pessoa com mais idade?
    Obrigada, Roberta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roberta! Legal, irão gostar bastante!
      Respondendo:
      - com o carro alugado pode fazer o que quiser, mas não coloque como meta um local muito distante e "no limite" de tempo, pois o bacana é ir devagar e observando. Veja no mapa que recebe ao entrar se tem algum viewpoint de seu interesse mais no centro do parque, senão sugiro ficar rodando mais no sul mesmo. A paisagem varia, e cada trecho de estrada é "um universo", que pode te surpreender com avistamento de diferentes animais. Como sugestão: indico pegar a estrada paralela ao Rio Sabie, pois lá vc avista muita coisa, já que ONDE TEM ÁGUA TEM ANIMAIS AO REDOR!

      - Blyde River Canyon é bem bacana, tem post aqui no blog! Mas não usaria um dia de parque para sair e voltar. Não é tão perto assim, fica corrido, e tb não compensa, já que ficarão só 2 dias lá. Mas na hora de voltar de carro para Joanesburgo seria uma boa opção! Saindo cedinho do Kruger vcs chegam lá e passam o dia todo visitando as várias cachoeiras e viewpoints montanhosos incríveis!

      - Sim, pode levar os sogros, é tranquilo! O Bângalo padrão é de alvenaria, é espaçoso, tem tudo, banheiro com água quente normal, como num quarto de hotel! (e pia/mini cozinha na sacada) Os bangalôs do próprio parque não são luxuosos como os de reservas privadas, mas tem tudo para garantir a segurança e o conforto necessário. Tem telas nas janelas, e dispõem de ventilador e/ou ar condicionado. Vai que vai! :-D
      Abraço!

      Excluir
  54. Anônimo25/10/16

    Simone, parabéns pelas informações! Você encorajou minha viagem. Estou indo sozinho e pretendo começar por Joanesburgo e, de lá, pegar um vôo para o shukuza airport. Como faço para me deslocar do aeroporto até Camp Shukuza e vice-versa? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Olha, não fui via aeroporto, mas pela estrada, então não sei indicar com certeza. Mas o aeroporto Skukuza deve funcionar majoritariamente para quem deseja ir até o Parque, então não deve ter dificuldade em pegar um táxi ou um transfer até lá.
      Mande email para o Camping e pergunte se eles disponibilizam translado a partir do aeroporto. De repente vc já deixa algo agendado antes mesmo de chegar lá, e assim se sente mais seguro.
      Espero ter ajudado um pouco. Boa viagem!

      Excluir
  55. Oi Simone,
    Tem uma hora de chegada no parque qundo se vai fazer o passeio com seu carro? E o carro precisa ser algum modelo especial? Muito obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que seguir os horário de abertura e fechamento dos portões do parque. Antes disso não entra, e precisa sair antes de fechar ou tem que se hospedar lá. Nos links oficiais do parque tem os horários, que variam um pouco conforme a estação do ano e luminosidade.

      Pode ser qualquer modelo de carro. Alugamos um Corolla e foi tudo OK. Muita gente aluga carro tipo camionete, porque são um pouco mais altos e assim é possível enxergar por cima da grama/mato nos períodos em que estão mais altos. Mas em relação as estradas dentro, várias vias são pavimentadas, e aceitariam bem qualquer carro. Mesmo as vias de terra são bem boas também, nada muito "rally" ou perigoso.

      Excluir
  56. Luisa Adamecz31/10/16

    Oi, Simone!

    Poderia me ajudar com duas dúvidas?
    Os pacotes oferecidos pelo prórprio parque não contam, no valor total, com os passeios game drives? Eles devem ser comprados à parte?

    Outra dúvida é se esses pacotes já incluem o translado Johannesburg -> Kruger. Pelo site deles me deu a entender que sim, mas queria saber se vc sabe algo sobre.

    Desde ja, muito obrigada! Seu post já me ajudou mto mto mto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luisa

      Não sei se existem "pacotes", talvez até tenha. O modo que fiz foi reservar o "camping" direto no site do parque, e neste caso os games não estavam inclusos, transporte também não.
      Tem hotéis ao redor ou mesmo dentro do parque (nas reservas privadas), que costumam oferecer este tipo de serviço mais completo aos clientes. Mas aí só verificando em cada um quais as opções.
      Os games dos camping do parque (nacionais) não são caros, é um valor viável por pessoa, nada que assuste. Vc agenda na própria recepção de cada camping, de um dia para o outro ou no próprio dia mesmo (se tiver vaga).

      Excluir
  57. Mateus A.6/11/16

    Oi, Simone!
    Ótimas informações! Se puderes, me tire uma dúvida, por favor:
    - chego em Joanesburgo no dia 13/11, em torno de 07h15, horário local. A ideia é pegar voo para Nelspruit em torno de 11h, chegando ao local por volta de 13h30. Neste caso, teríamos tempo para fazer um game-drive somente durante a tarde? Nesta opção dormiríamos uma noite lá, e no dia seguinte já retornaríamos. Ou o ideal é passar pelo menos um dia inteiro por lá? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, neste caso só pegaria no dia o game de final de tarde, ao escurecer. Mas se vão dormir lá, podem fazer o game matinal, que é quando mais avista bichos, com saída por volta das 5:30-6h da manhã.
      Mas acho que pelo investimento que gastarão em deslocamento, e pela amplitude do parque, seria interessante e melhor aproveitado passar mais um dia completo por lá. Vc não vai enjoar, e a possibilidade de ver mais bichos em seus ambientes é muito maior! Não avistou um leão no primeiro game? quem sabe no próximo! ;-)

      Excluir
  58. Mateus A.6/11/16

    Olá!
    Complementando meu questionamento anterior: é realmente necessário locar um carro? Os game drives em grupo e com motoristas são menos interessantes, por assim dizer ou valem a pena? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mateus
      As duas opções são boas, cada qual com sua vantagem! No carro proprio vc dirige por onde quiser lá e avista sozinho os animais, é algo único e particular. Já nos games é algo coletivo, o carro é aberto e dá um senso maior de aventura, e ao mesmo tempo sabem por onde ir para rastrear alguns animais, e explicam sobre eles, o que é bem interessante também. Eu amei os games, foi onde avistamos leão e leopardo. Mas se o carro próprio não teríamos passeado tanto e a experiência não teria tido tanta graça tb! É demais uma família de elefantes cruzando a pista só na sua frente!

      Excluir
  59. Luis Andre Andrade8/11/16

    Ola
    Primeiro , parabens pela pagina, muito legal explica direitinho sobre o Kruger.

    Eu acabei de reserva 3 dias no Kruger 2 Skukuza Camp e 1 dia no Satara.

    Mas fiquei com algumas dúvidas.
    Vc fez os game drivers noturnos? e o Walking Drive?

    Outra duvida pe que gostaria de fazer aestrada para o lower sabie, sera que conseguimos ir depois do gamme drive da manhae volta antes do game drive noturno?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal!
      Só fizemos o game de manhã cede, 1 vez em cada camping. Não sei detalhar sobre os outros, mas deve valer a pena tb! Não tive coragem de fazer o walking! Rs

      Se estiver com carro alugado, é uma ótima ideia passear de carro entre um game e outro, com certeza! Esta região/estrada ao lado do rio Sabie é excelente para avistar animais! Ao entrar no parque você recebe um mapa que mostra o tempo de deslocamento entre alguns points, fique atento a isto para voltar a tempo para o game, e de resto só alegria! ;-)

      Excluir
  60. Nossa Simone, excelente post! Tu mudou (para melhor) o meu planejamento. Já estou te seguindo no FB e Insta rsrs :)
    Adorei a ideia de ir por conta! Adoro viajar de carro! O carro que vcs alugaram foi um 4x4, né?! Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehe, que bom, obrigada! :-)

      O carro que alugamos era "normal", não era pickup nem 4x4. Era um Corolla 2.0. As estradas dentro do parque são boas, sem muitos "altos e baixos" e nem buracos, não vi muita necessidade de 4x4. A única vantagem de camionetes ou similares seria porque as janelas são mais altas, então se a vegetação estiver alta é possível olhar mais de cima, melhorando um pouco a visibilidade de alguns animais. Mas não deve ser uma diferença tão gritante assim, afinal um elefante não consegue se esconder atrás da grama, mesmo que ela esteja alta! rsrs

      Excluir
  61. Luciane31/1/17

    Parabéns, informações extremamente úteis e organizadas! Obrigada pelo post!!

    ResponderExcluir
  62. Simone.
    Muito legal o site e as dicas. Estou lendo com toda atencão.
    Vou pro Kruger em abril, fico 3 noites. Minha dúvida é: vou de carro de Joanesburgo até o Kruger e queria saber se é perciso ficar com carro para ficar acomodada dentro do parque. Não tenho intenção em fazer safari dirigindo e assim acho que não vale ficar com o carro parado. Sabe me dizer se existe algum tipo de "transfer" até dentro do parque? Acha então que vale mais ficar fora do parque e deixar o carro?
    Obrigada =P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei te dar certeza, mas ACHO que nas recepções dos portões de entrada do Parque é possivel agendar um carro para te buscar ali e levar até o camping interno. Ou devem ter carros que fazem este trajeto recepções->campings. Mas precisaria confirmar isso enviando um email para o Parque ou para o camping que escolher antes de reservar.
      Depois se puder nos conte aqui de volta como funciona! ;-)
      Boa sorte!
      PS: em particular, achamos o máximo a experiencia de dirigir dentro do carro, mas fica a seu critério.

      Excluir
  63. Oi Simone! Parabéns pelo artigo!
    Só fiquei com uma dúvida em relação ao pagamento no SanParks. Eu tentei com o cartão, mas sempre que entro com todos os dados do cartão e tento finalizar, no final aparece: Reservation could not be confirmed. Sabe o que pode ser? Há outra forma de pagar?! Obrigado!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu cartão precisaria ser internacional para tal. se for e não der certo, veja se o site do parque requer selo "verified by Visa" ou algo do tipo. Aí só alguns cartões que usam iToken ou enviam senhas numéricas para o celular ao efetuar uma compra (como os do Itaú) funcionariam.
      Procure por "verified by visa o que é" no google e vai entender melhor ;-) Não lembro se era esta a questão do site do Parque, pois fomos faz tempo e não lembro.

      Excluir
  64. Simone, você caiu do céu com esse post. preciso de uma ajuda...
    Estou indo de carro de Joanesburgo para Kruger.
    Queria saber algumas coisas

    Primeira opção:
    se eu ficar em uma acomodação fora do parque vc me aconselha a ficar na região sul? para eu visitar o parque com meu carro como seria? pago na entrada do parque um valor e fico o dia todo lá dentro? qual valor?

    outra opção:
    se eu ficar como vc, em uma acomodação dentro do parque eu tb pago essa entrada? se eu quiser sair e entrar como funciona isso?

    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oie! Sim, região sul é a que tem maior visualização de animais.
      Paga a taxa de entrada qualquer um que entrar. É uma diária, espécie de taxa de conservação. Não sei o valor atual, tem que ver no site. Todo dia que ficar lá paga a taxa, por pessoa (e não só na entrada). Mas vale a pena

      Dá para sair e entrar normal, a taxa é diária e estando hospedado lá pode sair e entrar depois (respeitando os horários de fechamento portões externos)

      Dentro dos campings do parque tem local para estacionar o carro, e em alguns deles tem postos de gasolina.

      Excluir
  65. Simone,
    Parabéns pelo didático post. Vc nos ajudou muito.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  66. Olá Simone... ótimas dicas.. super obrigado,Você conseguiu registrar os bigs Five? Li que em alguns lugares não sao permitidos os passeios de carro próprio, penso em fazer uns dois dias com carro próprio e uns dois games para ver a diferença, mas teria que mudar de camping ? Não eh possível fazer diferentes games com a mesma agência? Tenho um inglês intermediário, acha que vou sofrer? Super obrigado por Tudo..abracao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, vimos todos os 5! Porém, leão e leopardo praticamente só vimos nos game-drives do camping, pois eles partem bem cedo de manhã e neste horário é quando estão mais ativos.
      Pode ir em qualquer lugar com o carro próprio, desde que você permaneça dentro das estradas do Parque demarcadas no mapa.
      Cada camping dentro do parque tem seus carros para game drive, e seus horários e regras. Pode fazer quantos quiser e em qual lugar quiser, basta agendar no dia ou um dia antes, junto ao camping, quando já estiver dentro do parque.
      Se sabe um pouco de inglês vai conseguir se virar sim. Vá com fé, e se não der faz mimica, escreve o nome num papel, etc! rsrs

      Excluir
  67. Olá, bom dia!
    Vou com minha família (em 8 pessoas) em dezembro para a África do Sul. Planejamos dois dias e uma noite para o safári no Kruger. Mas estamos com muita dificuldade de fechar a hospedagem e os safáris. Não dá pra entender direito o que site deles tem pra oferecer.
    Como eu faço para reservar um bangalô, simples mas completinho com banheiro (nem sejam 4 bangalôs de 2 pessoas)?? Quando eu reservo o bangalô já estão inclusos os game drives? Se não, como faço para reservar os game drives? Deixo para reservar quando chegar lá? E tem algum safári em que ficamos mais próximos aos animais e outro em que avistamos apenas de longe?? Uma amiga minha fez um e via os animais de binóculos de tão longe que o guia dela ficava..
    Enfim, essas são algumas das nossas dúvidas. Achei bem confuso planejar essa questão dos safáris devido às milhares de opções disponíveis.
    Agradeço se puder nos ajudar!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda
      Tem bastante links nos posts que indicam lugares para reservar hospedagem, cada um com seus preços e regras. Mas dentro do parque, é possível ver os campings e reservar através deste link:
      https://www.sanparks.org/parks/kruger/
      (clique no botão "select a camp", escolha qual quer e vai clicando e vendo as opções. Deve ter bangalões grandes para familias maiores. Ou pega dois para 4 pessoas)

      Na reserva do bangalÕ NÃO estão inclusos games, eles são opcionais e vc reserva junto à recepção de cada camping, de preferencia no dia anterior para garantir a vaga.

      Não tem safári longe ou perto... o que tem é a sorte de avistarem animais e onde eles estão, nada é garantido, pois afinal estão soltos na natureza. Algumas vezes podem passar ao lado do carro ou estar a 5m de distancia, mas alguns vc vai avistar mais ao longe mesmo, e aí se quiser usa um binóculo para ver de forma mais detalhada (indico!). Mas é assim mesmo! Não vão entrar no mato e te levar perto do animal. O avistamento é feito a partr do carro nas estradas, então depende. Mas vai ver muita coisa de perto, pode ter certeza!

      Excluir
    2. Ops! Acabei de ver que o link que citei acima não entrava diretamente nas reservas de acomodação. Após selecionar o camping, Para conseguir ver e reservar vá na aba:
      WHERE TO STAY => Acommodation => clique em "tariffs" (lá embaixo da página após todo o texto)

      Ou por exemplo então entre direto neste link:
      https://www.sanparks.org/parks/kruger/camps/satara/tourism/tariffs.php
      (este é do camping SATARA). Primeiro vc escolhe o camping na aba "select camping" e depois vc faz esta sequencia que indiquei, para entrar nas tarifas deste camping em questão)

      Meio complicadinho, o site não é muito prático, mas dá uma fuçada lá e faz deste jeito que vc logo consegue!

      Excluir
  68. Anônimo2/4/17

    Olá. Muito bom seu post e comentários feitos também.
    Apesar de ter lido bem tudo aqui assim como outros posts, não creio ter encontrado referências sobre se devo ficar dentro do Park, em um dos Camps, ou alternar com uma das várias hospedagens externas ao Park mas nas proximidades. Vou esclarecer !Estarei indo no fim de Maio com mais 3 amigos por 4 noites e estaremos desembarcando em Hoedspruit, e pelo que li, cheguei a conclusão de ficarmos em 2 hospedagens distintas para alternar os locais de visitas com os ´´game drives´´. Gostaria de estar fazendo os game drives que saem dos Portões de entrada do Park, mas não sei se estando fora teria transporte para lá antes das saídas dos Games e se aceitariam eu estando fora das instalações. Também como eu chegaria ao portão para pegar os Games estando em um Camp interno . Agradeço seu retorno o quanto antes !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei como funciona para quem se hospeda fora do parque. Acredito que possam sim chegar cedo na recepção de um portão de entrada, e de lá sair alguns carros de game-drive. Precisaria confirmar horários e condições junto a recepção antes.

      O que sei é que é bacana alternar região de hospedagem sim, pois os games rodam perto de cada camping, e assim vc conhece regiões diferentes. Porém, se vai ficar em um camping do parque, lá dentro, não vejo porque querer fazer o game que sai do portão de entrada, que nem sempre é perto do camping em si. As distancias lá são todas grandes, e não pode ir rápido, portanto vc demora para se deslocar até o portão. Neste caso, vc faz o game-drive oferecido pelo camping em que está hospedado, é muito fácil e tranquilo. Basta reservar na recepção 1 dia ou mais de antecedência, e o tour sai de lá mesmo. Foi assim que fizemos e deu tudo certo! (reserva e paga lá na hora)

      Excluir
  69. André Ulisses Dantas Batista7/4/17

    Olá Simone! Estou passando aqui para agradecer seus posts. Estivemos na África do Sul em 2015, fizemos Johanesburgo, Kruger, Port Elizabeth (com Addo Park) e a Garden Route até Cape Town, finalizando lá. Encontramos pouquíssima coisa escrita sobre a África do Sul naquela época, e seu blog foi nosso maior motivador de irmos ao Kruger. Reservamos carro e nos hospedamos dentro do parque, como você sugeriu nos posts e realmente foi INCRÍVEL, ficamos em Skukuza 1 noite e em Satara 1 noite também, fizemos 3 game drives, 2 verpertinos e 1 matutino e demos sorte de ver todos os Big 5. Pude compreender perfeitamente a emoção de dar de cara com um elefante quando dirigíamos e enfrentar um congestionamento de girafas (inesquecível e muito mais agradável que um congestionamento normal! hehehe). Estamos pensando em voltar agora em Junho (da outra vez fomos em Fevereiro), pra ficar dessa vez só no Kruger rodando e curtindo os camps. Você teve experiência de ir na parte norte do parque? Li que não tem muitos animais, mas será que valia a pena? Estávamos pensando em desbravar o Kruger de sul a norte e depois tentar conhecer o Blade River Canyon em 7 a 10 dias. O que vc me sugeriria? O clima nessa época é agradável?
    Agradeço demais qualquer ajuda e parabéns novamente pelo seu post! Minha esposa ficou fã eterna daquele país maravilhoso e foram relatos como os seus que acenderam essa chama e nos deram coragem de tentar, já que o que víamos geralmente era muita gente falando do lado negativo da África do Sul. Tanto qeu queremos um repeteco! Parabéns e muito obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi André, que bom ler seu relato e ver como ajudamos, ficamos bem contentes!
      Tb amei o parque, o país, e quero voltar!
      Não sei sobre a parte norte, tb não fui, mas já li mesmo dizendo que tem menos quantidade de animais, porém mais variedade de flora e de paisagens. Acho que mesmo que fique no centro e no sul do parque novamente, vai ser uma experiencia diferente, e com certeza tem mmuitas estradas e coisas a explorar!
      Sobre ao clima, tem que "googlar", não sei dizer assim de cabeça.
      Boa (nova) viagem! :-D

      PS: para o canyon e suas cachoeiras e diversos viewpoints, acredito que um dia inteiro saindo cedo e fazendo tudo bem rapidinho seja suficiente. Mas se quer parar em cada local com mais tranquilidade, reserve 2 dias para ver tudo, e tente se hospedar em algum lugar na metade da subida que leva até a parte do Canyon em si, mais ao norte.

      Excluir

emo-but-icon

Página inicial item

Pesquisar no blog

Reserve seu Hotel

Celular no Exterior

RECEBA NOSSOS POSTS

Loja Viagema

Curta no Facebook

Leia Também