Loading...

Gosto não se discute

Um bom roteiro de viagem é como um bom design: só funciona se estiver adequado ao seu público-alvo.
De forma resumida, isso significa que para que a viagem seja considerada boa, o estilo de viagem e as atrações visitadas devem estar de acordo com os viajantes e sua forma de ser e de viver.

Explico: o que é bom para um pode não ser para outro. As pessoas possuem gostos e prioridades diferentes, portanto um passeio imperdível para mim pode ser uma grande furada para você, e vice-versa.

Para nós, um casal de designers de 30 anos, que estudamos muita história da arte e somos apreciadores, visitar museus e galerias é um prato cheio, enquanto para outros pode ser bem cansativo e tedioso. Imagine passar 8h dentro do Louvre se você não curte nada daquilo! Muita gente não gosta mas acaba indo visitar grandes museus apenas para dizer que foi, como se fosse algo obrigatório. Não é. Faça sua viagem de acordo com seu gosto, aí assim vai valer a pena!

Um casal de amigos que passou 1 mês na Europa optou por conhecer o litoral de Portugal e as praias do sul da Espanha, pois ele gosta de surfar. Eu bem que indiquei que pegassem um avião e pasassem alguns dias em Paris ou Roma, já que iriam ficar na Europa por bastante tempo. Mas fizeram diferente, do jeito deles, e aproveitaram muito. Inclusive quando perguntei se gostaram da arquitetura e haviam visitado algumas igrejas me responderam que sim, e que acharam bonito mas que era tudo meio parecido. Esta resposta deles me surpreendeu e marcou, e me fez ver que é tudo subjetivo, pura questão de gosto e opção, não existe nem certo nem errado. Agora defendo um novo jeito de viajar, de acordo com o estilo de cada um.

Outros 3 exemplos de opiniões divergentes:
- Uma tia viu nossas fotos em Barcelona, no terraço de "La Pedrera", do famossísimo arquitelo catalão Antoni Gaudi, e disparou: "mas que coisa mais feia!" Um choque para nós, que ficamos encantados com aquelas chaminés esculturais em forma de cabeças de guerreiros, e todo o formato orgânico e curvilíneo do ambiente. Ela achou o lugar horrível.
LaPedrera: Bonito ou feio?

 
- Minha mãe viu fotos da Fundação Juan Miró (Museu), e quase surtou diante da escultura que mais gostei. Ela exclamou de forma irônica: "mas o que é isto aqui? Que beleza, um banco com um ovo em cima!" Sendo minha mãe, tinha mais intimidade para argumentar e tentar explicar, mas não teve jeito. O que para mim foi muito marcante, para ela não valia a visita.
 Museu Miró: trabalho de criança ou obra de arte?
- Minha cunhada se encontrou conosco para passar uns dias em Barcelona, e a alegria e encanto dela foi justamente o fato de ser uma cidade litorânea, enquanto estávamos lá em grande parte por causa das maravilhosas arquiteturas Art Nouveau do já comentado Gaudi. Ela quis passar quase 2 dias inteiros na praia, e tivemos que nos separar, para não abdicar do que também queríamos fazer.
Barcelona: praia ou arquitetura cidade?
Todos estes exemplos nos levam a reflexão e conclusão de que temos que encarar o turismo como algo pessoal, que é feito para nos agregar algum valor, nos deixar contentes. O turismo baseado em um guia com roteiro fixo e pré-determinado que deve ser seguido a risca pode ser muito frustante, e vai valer somente para dizer aos outros que foi, mas não necessariamente para a própria apreciação do viajante.

Portanto, sugiro que antes de viajar pensem em seu estilo de vida e gostos pessoais, e não se obriguem a ir em determinados locais se isso não lhes interessa muito. Há sempre outros locais e atrações interessantes, fora do lugar-comum, que podem lhe agradar mais. Pesquise e procure!

Se for viajar com um grupo de pessoas, vale conversar antes sobre quais os objetivos de cada um em relação a viagem, para tentar conciliar os passeios coletivos, ou mesmo se separarem em determinadas ocasiões, evitando discussões durante a viagem.
Roteiros e estilos 4384714609189116401

Postar um comentário

  1. Oi Simone!
    Vim fazer uma visitinha e uau!! Seu blog já tem um montão de posts!!

    Fiquei com vontade de comentar em vários, mas vou ficar nesse aqui por enquanto que achei super legal. É bem isso mesmo... as pessoas acham que tem obrigação de visitar determinados lugares só pra dizer que foram e no fim acabam desperdiçando esse tempo que poderiam estar se divertindo bem mais fazendo outra coisa.

    Adorei o banco com ovo do Miró! hahah

    O blog está muito legal. Vou me inscrever no rss e voltar depois pra ler mais. =)
    Beijinho. xx

    ResponderExcluir
  2. Valeu o apoio e comentário Cris! :D Continue acompanhando. Bjo

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Página inicial item

Pesquisar no blog

Loja Viagema

Reserve seu Hotel

Celular no Exterior

PARA QUEM AMA VIAJAR

RECEBA NOSSOS POSTS

Curta no Facebook

Leia Também