Loading...

Buenos Aires: Palermo Viejo - muita indicação acabou em decepção

Bom.... o que dizer do bairro Palermo Viejo, em Buenos Aires... Sinceramente, depois de tantas sugestões em blogs e recomendações de amigos queridos à respeito (agradeço muito mesmo assim!), acho que acabou ficando abaixo das expectativas. É como ir no cinema ver um filme que está sendo muito comentado, e que de tanto esperar e imaginar, acaba não correspondendo totalmente. Me senti assim. 

Restaurantes, casas baixas, árvores - um breve panorama

Para chegar no bairro, partimos a pé a partir da Plaza Itália, e fomos subindo pela Rua Borges até chegar na Plazoleta Julio Cortázar, onde nas quadras ao redor supostamente deveria acontecer o “burburinho” e o agito, com os tão falados cafés, restaurantes e lojinhas de artistas e estilistas locais, cheias de objetos e roupas originais. 


Chegamos lá no final do dia, depois das 18h de uma terça-feira, e o panorama não era bem assim. Não sei se por causa do friozinho e vento, mas quase não haviam mesas para fora nas calçadas, tampouco movimento de gente pelas ruas. Estava tudo meio parado, meio sem vida (a foto abaixo comprova!), na praça apenas uns skatistas treinando suas manobras. Nem nos animamos a experimentar um dos restaurantes, depois de passear por ali preferimos voltar para a região de nosso apartamento alugado, que ficava na divisa entre Recoleta-Palermo, e tinha mais opções.



 A Plazoleta Julio Cortázar, um tanto desolada...

Sobre o comércio local, não achei que era assim um paraíso para os designers e descolados... Tinha algumas lojas de roupas autorais bem interessantes e a bons preços sim, mas a maioria das lojas que vimos eram comuns. Como diria o bordão de RiqFreire em seu passado de publicitário “Não é assim uma Brastemp!”. Inclusive no dia anterior havíamos andado pela La Defensa (rua), e achei que tinha muito mais lojas de objetos de design e presentinhos do que lá, e que no geral eram lojas bem mais bacanas, com decorações alternativas e estilizadas, que dava vontade de ficar um tempão dentro, e onde fiz até umas comprinhas! (no Palermo Viejo: nada).

  Palito Bombom- loja bacana, cheia de roupas criativas, mas só para "chicas" miúdas (as roupas em B.A. são meio "pequeñas" de modo geral)

A arquitetura do bairro é formada por casas baixas e de fachadas coloridas, sem prédios altos, mas nada de excepcional, somente ruas de comércio com alguns restaurantes. Claro, não eram ruas tão "urbanas" como no centrão da cidade, tinham sim seu charme, e eram limpas e mais arborizadas. Foi essa a impressão de "normalidade" que tivemos, contrariando as recomendações atuais de que seria o bairro mais agradável e interessante da cidade. Não sei se foi por causa do horário ou do frio, mas ficou a sensação de que faltava alguma coisa ali. 


Alguém mais já foi até lá e sentiu o mesmo? Talvez para quem experimente a vida noturna do local ou se hospede na região a percepção seja diferente... E aí, qual sua experiência por lá? Aguardo os comentários, pois (infelizmente!) me surpreendi com a diferença entre o que foi falado e o que vi.
Buenos Aires 5066614233043846941

Postar um comentário

  1. Olá Simone

    Obrigado pela visita ao meu Blog!! Passando aqui para retribuir :D
    Eu fui umas 3 vezes à Argentina. Mas nunca até Buenos Aires.. Todo mundo fala tão bem que tenho vontade de conhecer.. Mas sempre que vamos ao Brasil é tão corrido que não dá nem tempo de viajar a turismo seja pelo Brasil ou mesmo dar um pulinho até BA.
    Você por acaso é de Curitiba??

    Abraço

    Oscar

    ResponderExcluir
  2. Oi Mauro!
    Agradeço também! BA é muito linda e interessante mesmo, um monte de coisas para ver e fazer, tenta achar um tempinho numa próxima viagem! ;-)
    Sou de Curitiba sim (e adoro!), conhece a cidade?
    Até!

    ResponderExcluir
  3. Menina... Plaza Itália is so 2003... Você chegou na hora errada, e ficou pelas bandas erradas do bairro. Nem todo mundo curte Palermo (um montão de gente prefere a Recoleta) mas essa parte aí é a mais xexelenta do bairro.

    ResponderExcluir
  4. Riq, que bacana um comentário seu aqui no blog! :D Mas foi esta região que uns amigos meus indicaram tanto! (questão de gosto) Mas valeu o toque, fica para uma próxima vez tentar redescobrir o Palermo Viejo!...

    ResponderExcluir
  5. Anônimo13/9/14

    Achei BA, uma cidade charmosa, mas menos pujante que São Paulo. Entre Palermo e Recoleta, tbm preferi a Recoleta. Daniel

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Página inicial item

Pesquisar no blog

Reserve seu Hotel

Celular no Exterior

RECEBA NOSSOS POSTS

Loja Viagema

Curta no Facebook

Leia Também