Loading...

Pelas Ruas (Amsterdã)

Andar pelas ruas de Amsterdã é um ótimo passeio, onde se pode apreciar as fachadas das casas típicas, bem verticais e coloridas, uma colada na outra. Nos bairros as ruas são limpas, silenciosas, com pouco trânsito e um trecho da calçada costuma funcionar como ciclovia.




A praça Dam é a mais famosa e ponto de encontro central da cidade. No meio dela tem um monumento alto tipo um obelisco, e ao redor vários hotéis, restaurantes, edifícios históricos e o Museu de Cera Madame Tussaud. O mais inusitado ao passar por ali foi espiar e rir muito com um maluco que estava ao lado do obelisco dançando e cantando a música “Ligth my Fire” do The Doors. Uma figura! 

 Dam Square (ao som de "light my fire"!- à esq. em pé, de jeans claro)

A partir da praça pode-se alcançar 2 ruas comerciais bem importantes da cidade. Ali, dá para achar souvenirs para comprar (sapatinhos de madeira, tulipas), além de lojas de roupas com bons preços e comidinhas e snacks típicos, como os famosos croquetes do Febo, que são salgados fritos vendidos em máquina! Já foram muitas pela cidade, mas agora só sobraram algumas, então não deixe de provar! Os salgados são repostos sempre, você põe uma moedinha e a máquina destrava a janelinha de vidro para você pegar. Não entendemos as “legendas” dos sabores, escolhemos um pelo visual do croquete mesmo. Parecia ser de peixe desfiado ou algo similar, bem apimentado e muito gostoso. Outra dica de alimentação é comer no "Wok to Walk", que serve yakissobas feitos na hora, para comer no local ou levar. É saboroso e bem feito, com bom preço, além de ser um "fast food" saudável!

 
Ao redor da Dam Square é preciso tomar cuidado com as linhas do Tram, uma espécie de bonde/ônibus que passa pela cidade, pois os trilhos são embutidos direto no chão e não há desnível delimitando rua e calçada, portanto é preciso olhar antes de cruzar e não ficar dando bobeira. O centro da cidade é mais turbulento e bastante comercial, lembra o calçadão de Curitiba, inclusive pela presença da C&A em vários locais (abaixo).



Perto da estação de trem central vimos um moinho de vento, que é típico na Holanda, porém mais encontrado nos campos, e dificilmente dentro da cidade. Valeu um registro fotográfico (abaixo).


As praças são pontos de encontro e costumam ter muitos bares, restaurantes e cafés, com mesinhas para fora bem no centro, formando uma grande “praça de alimentação” ao ar livre, como na Leidseplein (abaixo).
 
 
 Leidseplein e sua "praça de alimentação" ao ar livre

Passamos também por outra praça interessante, que tinha uma área fechada por grade e florida, cheia de esculturas de lagartos, como se estivessem andando pela terra (abaixo). Não sei o nome e nem se tinha algum significado especial, mas achei bacana.

Se alguém souber o nome ou mais informações sobre esta praça me avise postando um comentário!
Holanda 982939658365341509

Postar um comentário

  1. Anônimo29/7/10

    Achei bem útil o blog. Parabéns! Bjo Thais

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Página inicial item

Pesquisar no blog

Reserve seu Hotel

Celular no Exterior

RECEBA NOSSOS POSTS

Loja Viagema

Curta no Facebook

Leia Também