Loading...

A saga no aeroporto de Paris

EPISÓDIO: Os "econômicos" e o aeroporto "fantasma"

Antes de embarcar de volta para o Brasil, partindo do aeroporto de Paris, experimentamos nossa primeira e única noite como "sem-teto". O vôo era bem cedo, por volta de 6:30-7h, e então precisávamos sair com pelo menos 2h de antecedência do hotel. O metrô que levava até o aeroporto só começava após 5:30h, então a única solução seria ir de táxi. Achamos que sairia muito caro, devido ao horário e pela distância até o aeroporto que não era muito central (Paris Beauvais), então resolvemos abdicar de nossa noite de estadia no hotel e já rumar para o aeroporto pegando um dos últimos metrôs da noite anterior.

Chegamos por volta de meia-noite e o que a gente não imaginava é que o aeroporto fechava durante a noite! Fechava completamente, tudo. Não tem guichês de viagem, nem informação turística, nem lanchonetes nem nada, vai todo mundo embora, mas a gente pode ficar lá dentro se quiser, e assim foi...

Foi numa situação +ou- assim que a gente dormiu...

Sem ter o que jantar, nossa opção era comprar algumas guloseimas daquelas máquinas automáticas de comida, mas nossa saga não parava por aí: a máquina não aceitava notas, e não tínhamos nenhuma moeda! Fomos em busca de trocados para usar na máquina, e chegamos a pedir até para o pessoal da limpeza! Eles não entendiam inglês, mas uma senhora começou a falar em espanhol e tentou nos ajudar, sem êxito.

Já estavam todos indo embora, e rodamos vários guichês até encontrar uma alma viva (de um stand de locação de carros) que pediu para seus colegas de empresa juntarem suas moedinhas para trocar por nossa nota de 5 euros. Ela achou um pouco de graça de nossa frágil situação, mas pelo menos garantimos umas batatinhas Ruffles, um bolinho e MM's para passar a noite!
Antes de dormir plugamos nosso laptop num ponto de recarga de celular e ficamos assistindo o seriado Big Bang Theory. O pessoal da limpeza deve ter achado que éramos loucos, pois demos muita risada em alguns momentos. Depois procuramos um local onde dava para deitar, com cadeiras alinhadas e sem braços entre elas, e nos instalamos. Dormir em aeroporto é seguro, porém não muito confortável. Já tínhamos visto vários jovens mochileiros fazendo isto, e ficamos próximos de um grupo de japoneses que estavam lá na mesma situação.

Foi um sono leve, meio inseguro e passamos um pouco de frio, mas não houve nenhum problema maior. Só fomos acordados ocasionalmente pelo barulho dos carrinhos eletrônicos de limpeza que passavam por ali.

No dia seguinte pudemos acordar perto do horário de check-in e fomos os primeiros da fila: quanta praticidade! :-D
Paris 5202915817919933421

Postar um comentário

  1. Anônimo9/9/13

    Vocês são bravos. Não teria coragem de fazer isto de jeito nenhum. Não consigo dormir em avião, quanto mais nas cadeiras de um aeroporto. Abraços a todos.

    ResponderExcluir
  2. Hahaha, obrigada!!
    Mas não foi bem um ato de bravura ou loucura viajante, foi mais economia e falta de opção mesmo!! Achamos que teria mais coisas para fazer no aeroporto e passar e tempo. Se ficássemos no hotel, dormiríamos menos de metade da noite apenas, tendo que levantar lá pelas 3h da madrugada, então não faria muita diferença em termos de quantidade de sono.

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Página inicial item

Pesquisar no blog

Loja Viagema

Reserve seu Hotel

Celular no Exterior

PARA QUEM AMA VIAJAR

RECEBA NOSSOS POSTS

Curta no Facebook

Leia Também